Connect with us

Opinião

Brasil: A vanguarda do atraso na canábis medicinal

Publicado

em

Ouvir este artigo

O Conselho Federal de Medicina do Brasil (CFM) publicou no dia 14/10/2022 a Resolução 2.324/2022, acerca do uso terapêutico da Cannabis, em atualização à Resolução 2.113/2014 sobre o mesmo tema, e alterou a normatividade vigente acerca da prescrição médica, mantendo restrições a algumas condições clínicas passíveis do uso terapêutico da Cannabis.

As Resoluções nº 2113 de 2014 (revogada) e nº 2324 de 2022 (em vigor), tratam do uso do canabidiol (CBD) para tratamento de “epilepsias na infância e adolescência refratárias às terapias convencionais” e vedam ao médico a prescrição da cannabis in natura para uso medicinal, bem como quaisquer outros derivados que não o CBD.

A nova resolução, diferente da anterior, (i) especifica e restringe quais são as condições clínicas passíveis de tratamento com o CBD, quais sejam: as epilepsias tratáveis com Canabidiol, citando os três casos aplicáveis: Síndrome de Dravet e Lennox-Gastaut, além do Complexo de Esclerose Tuberosa.

Também (ii) deixa de restringir a prescrição somente às especialidades de neurologia, neurocirurgia e psiquiatria e (iii) proíbe os médicos de ministrar palestras e cursos sobre uso do canabidiol e/ou produtos derivados de Cannabis fora do ambiente científico, bem como de fazer divulgação publicitária.

Com esse posicionamento o CFM segue impondo ao Brasil sua posição na vanguarda do atraso quanto ao uso medicinal da Cannabis. Restringindo de maneira arbitrária a atuação dos profissionais de medicina tanto na prática clínica quanto na difusão de informações sobre os usos médicos dos derivados de Cannabis. O risco é essa nova norma ser uma porta para a perseguição de médicos que tratam os seus pacientes com Cannabis, como já vem fazendo com alguns médicos no Brasil”, diz

Uma resolução Inconstitucional
A Resolução do Conselho Federal de Medicina é totalmente inconstitucional, uma vez que atinge diretamente a dignidade da pessoa humana e o direito à saúde, quando ameaça e visa cessar tratamentos com Cannabis, que já vêm ocorrendo e de maneira eficaz para aliviar as dores e ou sintomas de pacientes no Brasil, por motivos arbitrários, sem justificativas médico-científicas plausíveis.

Na opinião do advogado Ricardo Nemer, também membro da Rede Reforma “trata-se de um terraplanismo científico e jurídico, pior que ofender a dignidade humana e o direito à saúde, pois existe ainda a prática de um crime. O CFM está cometendo crime de omissão de socorro, Artigo 135 do Código Penal Brasileiro – Deixar de prestar assistência, quando possível fazê-lo sem risco pessoal, à criança abandonada ou extraviada, ou à pessoa inválida ou ferida, ao desamparo ou em grave e iminente perigo; ou não pedir, nesses casos, o socorro da autoridade pública: Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa.”

Não há como afastar, negar ou invisibilizar o momento político em que se encontra e vive o Brasil, próximo de um pleito que irá decidir pela reeleição ou não do atual presidente, Bolsonaro, personagem declaradamente ligado a preceitos religiosos neopetencostais e contra a Cannabis em quaisquer aspectos. O outro candidato, por sua vez, Lula da Silva, menos conservador e mais de esquerda, pode ser uma esperança na mudança de direção da condução da matéria no país.

Até lá, a hora é de muita cautela e espera, com votos de um melhor futuro para os pacientes que fazem uso terapêutico da Cannabis no Brasil.
____________________________________________________________

*Emílio Figueiredo é advogado no Brasil, trabalha essencialmente com canábis e é membro da Rede Reforma.
** Aquiles Castro Junior é advogado no Brasil e em Portugal e membro do Conselho Científico do Movimento Mães pela Canábis em Portugal

Os autores escrevem em Português do Brasil.

1 Comment
Subscribe
Notify of
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
1 ano atrás

Es increíble como algunos gobiernos por ignorancia bloquean el desarrollo de esta opción de terapéutica del cannabis medicinal para médicos y pacientes , seguiremos trabajando , saludos desde Colombia

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Opinião13 horas atrás

O principal erro da legalização na Alemanha

A primavera alemã vai chegar com novas flores. A Alemanha é o terceiro país da União Europeia a legalizar totalmente a...

Eventos18 horas atrás

Spannabis volta a acolher ICBC Barcelona de 14 a 17 de Março

A International Cannabis Business Conference (ICBC) vai abrir mais uma edição da Spannabis, no próximo dia 14 de Março, com o intuito...

Comunicados de Imprensa2 dias atrás

Porto, Matosinhos, Valongo e Paredes – Oito detidos por tráfico e apreendidas mais de 8000 doses de estupefacientes

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Santo Tirso, entre os dias 20 e...

Nacional3 dias atrás

Portugal: GNR apreende 3 toneladas de haxixe no Rio Guadiana

A Unidade de Controlo Costeiro e de Fronteiras (UCCF) da Guarda Nacional Republicana (GNR) apreendeu na passada sexta-feira, dia 23...

Eventos3 dias atrás

Spannabis 2024: Barcelona acolhe a 20ª edição da maior exposição de canábis do mundo, de 15 a 17 de Março

Barcelona prepara-se para acolher a 20.ª edição da Spannabis, a maior feira de canábis do mundo, nos próximos dias 15,...

Internacional7 dias atrás

Alemanha: Bundestag votou hoje a favor da legalização da canábis, mas ainda é necessária a aprovação do Conselho Federal

O Bundestag debateu e votou esta tarde o projecto da legalização do uso pessoal de canábis no país, com 407...

Internacional1 semana atrás

Alemanha: Legalização vai ser discutida esta sexta-feira, dia 23

O Bundestag da Alemanha vai finalmente deliberar sobre a legalização da canábis para consumo pessoal no país. O debate, que tem sido...

Cânhamo1 semana atrás

Cultivo de Cânhamo nos Açores vai ter sessão de esclarecimento na Ilha Terceira

A Confraria Internacional Cannabis Portugal e a CannAzores unem esforços para promover uma Sessão de Esclarecimento sobre o Cultivo de...

Saúde2 semanas atrás

CBD e CBC mostram resultados promissores no carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço

Um estudo publicado na revista Cancers descobriu que os extractos de canábis ricos em CBD (canabidiol) podem matar células cancerosas da...

Internacional2 semanas atrás

Ucrânia: Zelensky assina projecto de lei para legalizar a canábis medicinal

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky assinou um projecto de lei que legaliza a canábis medicinal na Ucrânia, prevendo-se que os...