Connect with us

Opinião

Brasil: A vanguarda do atraso na canábis medicinal

Publicado

em

Ouvir este artigo

O Conselho Federal de Medicina do Brasil (CFM) publicou no dia 14/10/2022 a Resolução 2.324/2022, acerca do uso terapêutico da Cannabis, em atualização à Resolução 2.113/2014 sobre o mesmo tema, e alterou a normatividade vigente acerca da prescrição médica, mantendo restrições a algumas condições clínicas passíveis do uso terapêutico da Cannabis.

As Resoluções nº 2113 de 2014 (revogada) e nº 2324 de 2022 (em vigor), tratam do uso do canabidiol (CBD) para tratamento de “epilepsias na infância e adolescência refratárias às terapias convencionais” e vedam ao médico a prescrição da cannabis in natura para uso medicinal, bem como quaisquer outros derivados que não o CBD.

A nova resolução, diferente da anterior, (i) especifica e restringe quais são as condições clínicas passíveis de tratamento com o CBD, quais sejam: as epilepsias tratáveis com Canabidiol, citando os três casos aplicáveis: Síndrome de Dravet e Lennox-Gastaut, além do Complexo de Esclerose Tuberosa.

Também (ii) deixa de restringir a prescrição somente às especialidades de neurologia, neurocirurgia e psiquiatria e (iii) proíbe os médicos de ministrar palestras e cursos sobre uso do canabidiol e/ou produtos derivados de Cannabis fora do ambiente científico, bem como de fazer divulgação publicitária.

Com esse posicionamento o CFM segue impondo ao Brasil sua posição na vanguarda do atraso quanto ao uso medicinal da Cannabis. Restringindo de maneira arbitrária a atuação dos profissionais de medicina tanto na prática clínica quanto na difusão de informações sobre os usos médicos dos derivados de Cannabis. O risco é essa nova norma ser uma porta para a perseguição de médicos que tratam os seus pacientes com Cannabis, como já vem fazendo com alguns médicos no Brasil”, diz

Uma resolução Inconstitucional
A Resolução do Conselho Federal de Medicina é totalmente inconstitucional, uma vez que atinge diretamente a dignidade da pessoa humana e o direito à saúde, quando ameaça e visa cessar tratamentos com Cannabis, que já vêm ocorrendo e de maneira eficaz para aliviar as dores e ou sintomas de pacientes no Brasil, por motivos arbitrários, sem justificativas médico-científicas plausíveis.

Na opinião do advogado Ricardo Nemer, também membro da Rede Reforma “trata-se de um terraplanismo científico e jurídico, pior que ofender a dignidade humana e o direito à saúde, pois existe ainda a prática de um crime. O CFM está cometendo crime de omissão de socorro, Artigo 135 do Código Penal Brasileiro – Deixar de prestar assistência, quando possível fazê-lo sem risco pessoal, à criança abandonada ou extraviada, ou à pessoa inválida ou ferida, ao desamparo ou em grave e iminente perigo; ou não pedir, nesses casos, o socorro da autoridade pública: Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa.”

Não há como afastar, negar ou invisibilizar o momento político em que se encontra e vive o Brasil, próximo de um pleito que irá decidir pela reeleição ou não do atual presidente, Bolsonaro, personagem declaradamente ligado a preceitos religiosos neopetencostais e contra a Cannabis em quaisquer aspectos. O outro candidato, por sua vez, Lula da Silva, menos conservador e mais de esquerda, pode ser uma esperança na mudança de direção da condução da matéria no país.

Até lá, a hora é de muita cautela e espera, com votos de um melhor futuro para os pacientes que fazem uso terapêutico da Cannabis no Brasil.
____________________________________________________________

*Emílio Figueiredo é advogado no Brasil, trabalha essencialmente com canábis e é membro da Rede Reforma.
** Aquiles Castro Junior é advogado no Brasil e em Portugal e membro do Conselho Científico do Movimento Mães pela Canábis em Portugal

Os autores escrevem em Português do Brasil.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Aquiles Castro
Lawyer | + posts
Emílio Figueiredo
+ posts
1 Comment
Subscribe
Notify of

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
1 ano atrás

Es increíble como algunos gobiernos por ignorancia bloquean el desarrollo de esta opción de terapéutica del cannabis medicinal para médicos y pacientes , seguiremos trabajando , saludos desde Colombia

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Eventos14 horas atrás

Maren Krings, autora de “H is for Hemp” apresenta o seu documentário sobre a Ucrania hoje em Lisboa

Maren Krings, fotojornlista autro-alemã e autora do livro “H is for Hemp” está hoje em Lisboa para apresentar o seu...

Internacional2 dias atrás

EUA: Pediatra Bonni Goldstein lança petição contra a proibição de medicamentos de CBD natural na Califórnia

A pediatra norte-americana Bonni Goldstein está a alertar para a tentativa de proibição de medicamentos derivados de CBD natural na...

Internacional3 dias atrás

Europa tem quase 23 milhões de utilizadores de canábis, a mais consumida de todas as substâncias ilícitas

A canábis continua a ser, de longe, a substância ilícita mais consumida na Europa. Estas são as conclusões do “Relatório...

Eventos4 dias atrás

Mary Jane celebra a cultura da canábis legal pela primeira vez na Alemanha

É já no próximo fim-de-semana, de 14  16 de Junho, que se realiza a já habitual Mary Jane, na Messe...

Eventos1 semana atrás

CB Club reúne profissionais da canábis antecipando a Mary Jane, em Berlim

A antecipar a CB Expo (Cannabis Business Expo and Conference), que acontecerá em Dortmund, em Setembro, a CB Company vai...

Reportagem1 semana atrás

África do Sul: a legalização de uma indústria que já prospera

Nas semanas que antecederam as eleições para Assembleia Geral na África do Sul, na passada quarta-feira, 29 de Maio, havia...

Entrevistas1 semana atrás

Rui Reininho: “Eu acho esquisitíssimo andarem os meus colegas da GNR a meter o nariz nas propriedades das pessoas a ver o que é que esta planta faz”

Rui Reininho, músico português que ficou famoso enquanto vocalista dos GNR, dispensa apresentações. Ao contrário do que muitos pensam, não fundou...

Notícias2 semanas atrás

Canadá: Estudo demonstra que utilização de canábis reduz consumo de metanfetaminas

Os utilizadores de poli-drogas, indivíduos que consomem várias substâncias, recorrem frequentemente à canábis como forma de reduzir o seu consumo...

Eventos4 semanas atrás

CannaTrade regressa a Zurique de 24 a 26 de Maio

A CannaTrade – Feira e Festival Internacional do Cânhamo de Zurique atinge em 2024 a maioridade, celebrando a sua 18ª...

Comunicados de Imprensa4 semanas atrás

Grupo SOMAÍ e a sua subsidiária RPK Biopharma ampliam parceria com Cookies para incluir Europa e Reino Unido

LISBOA, PORTUGAL, 16 de maio de 2024 /EINPresswire.com/ — O Grupo SOMAÍ (“SOMAÍ”) e a sua subsidiária, RPK Biopharma expandiram...