Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

Brasil: Resolução da CFM discute-se amanhã com transmissão online gratuita

Publicado

em

Os profissionais especializados em tratamentos com medicina canabinóide e os advogados que trabalham no sector da canábis medicinal reúnem-se amanhã numa mesa redonda para trocar opiniões sobre a Resolução nº 2324/2022, anunciada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) no passado dia 14 de Outubro. O evento, que será gratuito e transmitido online, procura dar a conhecer os aspectos práticos da resolução, defendendo que as regras não se alteram e que os pacientes poderão continuar os seus tratamentos. 

Durante a última semana, o Brasil viveu um autêntico escalar na discussão sobre o acesso à canábis medicinal, após a publicação da Resolução nº 2324/2022 do CFM. A medida levantou ondas de indignação na classe médica, nomeadamente numa série de médicos pioneiros na prescrição de canábis medicinal no país, bem como nos advogados especializados neste sector.

É por esse motivo que amanhã, às 19h30 (hora do Brasil), se  junta um painel de elite no sector da canábis medicinal brasileira, com transmissão online gratuita. O encontro dirige-se a todos os interessados no tema, desde profissionais da saúde a pacientes e público em geral.

Os profissionais presentes no evento irão partilhar as suas visões e experiência relativamente aos benefícios e utilizações da canábis medicinal, através de uma base científica e técnica, com o intuito de promover os avanços que este tipo de tratamento merece no Brasil. Segundo o comunicado remetido à imprensa, os especialistas presentes defendem ainda que, apesar da resolução, nada muda em termos práticos e os pacientes poderão continuar o tratamento com canabinóides e não apenas um dos canabinóides, o CBD, como prevê a nova regulamentação.

“Na próxima terça, esperamos atingir o maior número de pessoas com informações ricas, esclarecedoras e baseadas em evidência científica, para que resoluções como esta não nos calem, não tirem a nossa liberdade como médicos, e não nos impeçam de fazer o que mais queremos, que é curar e tratar pessoas, a nossa missão profissional e de vida”, explica uma das participantes do debate, a médica Ailane Araújo, pioneira em canábis medicinal no Brasil e fundadora do Núcleo de Desenvolvimento em Medicina Canabinóide e Integrativa (NDMCI). Entre os participantes, nomes emblemáticos no sector da área médica e jurídica:

Médicos

  • Ailane Araújo, pediatra, nutricionista e médica funcional integrativa. Idealizadora e fundadora da Cannabis Academy, pioneira na educação para médicos no Brasil, e na prescrição de Canábis medicinal. Presidente do Centro Brasileiro de Referência em Medicina Canabinoide (CBRMC) e do Núcleo de Desenvolvimento em Medicina Canabinoide e Integrativa (NDMCI).
  • Ana Hounie, psiquiatra com expertise em TOC, síndrome de Tourette e caábis medicinal. É membro da Associação Brasileira de Psiquiatria e da Associação Pan-Americana de Medicina Canabinoide (APMC).
  • Flávio Alves, pediatra e neurologista infantil, professor assistente de Neurologia da Faculdade de Medicina do ABC (FMABC) e director Científico da Associação Pan-Americana de Medicina Canabinoide (APMC).
  • Mário Grieco, médico especializado em Clínica Médica, Saúde Ocupacional e Prescritor de canábis medicinal. Colaborador do ambulatório do Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Director da clínica Cannabis Care.
  • Rubens Wajnsztejn, neurologista, professor assistente de Neurologia, coordenador do Programa de Residência Médica em Neurologia Infantil e orientador permanente do programa de pós-graduação da Faculdade de Medicina do ABC (FMABC). Director da Sociedade Brasileira de Neurologia Infantil (SBNI).
  • Wellington Briques, clínico geral e acupunturista, com especialização em Medicina Farmacêutica e Medicina Canabinoide. Actualmente é Chief Medical Officer do Instituto Butantan e médico na Clínica Integrativa Dr. Briques.

Advogados

  • Emílio Figueiredo, advogado especializado em Direito e Canábis com responsabilidade social no Brasil. É fundador da Rede Jurídica pela Reforma da Política de Drogas, um colectivo de juristas dispostos a construir uma nova realidade a partir da política de drogas.
  • Rafael Vieira, advogado especializado em Direito à Saúde, com atuação de maneira consultiva, preventiva e contenciosa. É responsável pelo comité jurídico do Núcleo de Desenvolvimento em Medicina Canabinoide e Integrativa (NDMCI).

Mesa Redonda | Os impactos da Resolução nº 2324/2022, do CFM à sociedade

Data:  25 de outubro de 2022

Horário: das 19h30 às 21h30

Formato: ao vivo, online e gratuito

Inscrições: https://www.sympla.com.br/mesa-redonda–os-impactos-da-resolucao–do-cfm-n-2324-a-sociedade__1764720

Publicidade
Publicidade cannadouro

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Nacional12 horas atrás

Portugal: Movimento Mães pela Canábis lança petição pelo direito ao cultivo pessoal e associativo

O Movimento Mães pela Canábis, fundado em Portugal em Maio de 2022 por centenas de pacientes que procuram aceder à canábis...

Comunicados de Imprensa6 dias atrás

GNR: 10 meses de investigação para apreender 32 doses de haxixe e 48 de cocaína

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Felgueiras, no dia 28 de novembro, deteve...

Entrevistas6 dias atrás

André Paquete Carvalho: “Amesterdão é muito aberta, mas ainda se vivem tempos de tolerância. A canábis aqui continua a ser ilegal”

As entrevistas “Trabalhar com Canábis”, publicadas na Cannadouro Magazine, procuram dar a conhecer portugueses que trabalham no sector da canábis...

Cânhamo2 semanas atrás

Canábis ou cânhamo? Estará Espanha a cometer os mesmos erros de Portugal?

A Guardia Civil anunciou recentemente a maior apreensão de canábis de sempre em Espanha, mas logo em seguida várias vozes vieram...

Nacional3 semanas atrás

Conta da Cannadouro desaparece do Instagram a 1 dia do evento

A conta de Instagram da CannaDouro terá sido apagada ou bloqueada pelo provedor da rede social. O acesso à página foi...

Cânhamo3 semanas atrás

As receitas da Pedrêz: Como fazer betão de cânhamo cofrado in situ

Em 2018, a oficina Pedrêz iniciou, na rua do Paraíso 331, no centro histórico do Porto, a construção do primeiro...

Eventos3 semanas atrás

Cannadouro regressa à Alfândega do Porto já no próximo fim-de-semana

Pouco depois de o Porto ter sido eleito pelos World Travel Awards como o melhor destino de cidade do mundo...

Internacional3 semanas atrás

Irlanda: People Before Profit quer alterar legislação para permitir o uso adulto de canábis

O partido político irlandês People Before Profit vai apresentar dentro de duas semanas um projecto de lei que pretende alterar a...

Internacional3 semanas atrás

EUA: Presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar exige extensão do indulto por delitos de canábis a militares

A presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar dos Estados Unidos da América (EUA) pediu ao presidente Joe Biden que...

Entrevistas3 semanas atrás

César Cardoso: “Construir em cânhamo é uma verdadeira alternativa verde”

Estimular a inovação na arquitectura moderna, recorrendo a materiais naturais ou reciclados, de baixo impacto ambiental, é  uma das prioridades...