Connect with us
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Internacional

EUA: Presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar exige extensão do indulto por delitos de canábis a militares

Publicado

em

Ouvir este artigo
Rachel VanLandingham, presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar. Foto: D.R.

A presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar dos Estados Unidos da América (EUA) pediu ao presidente Joe Biden que não exclua os militares do indulto por delitos relacionados com a canábis. Num artigo de opinião publicado no jornal The Hill,  a ex-veterana Rachel E. VanLandingham afirma que não faz sentido que somente as penas civis sejam consideradas.

O presidente Joe Biden anunciou recentemente o perdão às milhares de ofensas e condenações federais relacionadas com canábis. Se é certo que esta medida foi largamente aplaudida pela população em geral, há quem tenha ainda algo a acrescentar, por estar descontente com a pouca abrangência da medida.

“O presidente Biden esqueceu um grupo de cidadãos quando recentemente perdoou milhares de condenações federais por porte de canábis: aqueles condenados enquanto serviam nas forças armadas dos EUA”, alerta Rachel E. VanLandingham, professora de direito na Southwestern Law School de Los Angeles, tenente-coronel aposentada da Força Aérea dos EUA e actual presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar .

Erro deve ser “corrigido imediatamente”
A professora e ex-veterana da Força Aérea afirma que a medida não teve em conta um grupo de cidadãos: os que foram condenados enquanto serviam nas forças armadas dos EUA. Embora a proclamação presidencial trate de condenações federais, não estaduais, esta apenas perdoa expressamente condenações de leis penais federais civis, e não inclui aquelas condenadas por leis penais militares.

Segundo o artigo de opinião publicado no The Hill, a presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar fundamenta que a proclamação cita especificamente a Lei Federal de Substâncias Controladas e as disposições criminais estatutárias do Distrito de Colúmbia, não mencionando o código penal militar, encontrado no Título 10 do Código dos EUA, sob o qual os militares são submetidos à corte marcial e condenados por delitos de drogas semelhantes .

A professora reitera que este erro “deve ser corrigido imediatamente”, pois não faz sentido que um “veterano – que foi submetido ao tribunal militar e dispensado das forças armadas devido ao porte de canábis – não possa beneficiar do mesmo perdão concedido a civis”.

Nas exigências, a autora do texto explica que este perdão deve estender-se à simples posse de canábis — de forma semelhante à forma como o álcool é tratado dentro das forças armadas, que é através da deficiência em serviço que traz danos significativos, não no uso privado responsável durante as horas de folga por pessoas maiores de idade.

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Eventos14 horas atrás

Festa dos 20 anos da Cognoscitiva é já este Sábado, em Lisboa

A Cognoscitiva celebra 20 anos de existência com uma festa na loja de Benfica, este sábado, dia 23 de Setembro,...

Nacional2 dias atrás

Funeral de Alberto Pires realiza-se hoje em Aver-o-Mar, Póvoa de Varzim

As cerimónias fúnebres de Alberto Pires, que morreu tragicamente na passada sexta-feira num acidente de viação, decorrem hoje no cemitério...

Entrevistas3 dias atrás

Andrew Wilson: “Amamos Portugal e o Infarmed é uma das entidades reguladoras mais avançadas e com visão de futuro do mundo”

Andrew Wilson, fundador e CEO da GrowerIQ, uma plataforma de gestão e software de cultivo de canábis para produtores de...

Nacional3 dias atrás

Portugal prepara-se para legalizar o uso adulto de canábis

Há mudanças significativas no discurso político sobre a legalização da canábis em Portugal. Na sessão de abertura do debate de...

Nacional3 dias atrás

Deputados portugueses partilham posicionamento que pode favorecer a regulamentação

Na conferência “Exposição à canábis na adolescência” os deputados deram a conhecer os seus posicionamentos sobre a regulamentação da canábis...

Economia3 dias atrás

GrowerIQ recebe financiamento de 1 milhão do governo do Canadá

A GrowerIQ, uma empresa de tecnologia de canábis, acaba de receber 1.080.000 de dólares canadianos do governo do Canadá, num projecto...

Notícias3 dias atrás

Estudo diz que utilização regular de canábis por jovens adultos revelou melhorias na funcionalidade cognitiva e diminuição na utilização de medicamentos

Numa investigação inovadora centrada em adolescentes e jovens adultos susceptíveis de desenvolver perturbações psicóticas, um estudo recente conduzido em colaboração por...

Nacional5 dias atrás

Morreu Alberto Pires, da Cannadouro e da Planeta Sensi, aos 45 anos

O sector do cânhamo e da canábis em Portugal estão de luto. Alberto Pires, co-fundador da Cannadouro – Feira Internacional...

Eventos6 dias atrás

Portugal: “Exposição à Canábis na Adolescência e Saúde” vai ser debatida em conferência na Assembleia da República

É já no próximo dia 19 de Setembro que a Iniciativa Cidadã para a Regulamentação Responsável da Canábis para Adultos organiza uma...

Entrevistas7 dias atrás

Alfredo Pascual: “Os mercados de canábis medicinal na Europa estão a crescer. Algumas empresas estão, de facto, a sair-se bem”

Aos 36 anos, Alfredo Pascual é um nome incontornável da indústria da canábis e orador convidado em inúmeras conferências internacionais....