Connect with us

Internacional

EUA: Presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar exige extensão do indulto por delitos de canábis a militares

Publicado

em

Ouvir este artigo
Rachel VanLandingham, presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar. Foto: D.R.

A presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar dos Estados Unidos da América (EUA) pediu ao presidente Joe Biden que não exclua os militares do indulto por delitos relacionados com a canábis. Num artigo de opinião publicado no jornal The Hill,  a ex-veterana Rachel E. VanLandingham afirma que não faz sentido que somente as penas civis sejam consideradas.

O presidente Joe Biden anunciou recentemente o perdão às milhares de ofensas e condenações federais relacionadas com canábis. Se é certo que esta medida foi largamente aplaudida pela população em geral, há quem tenha ainda algo a acrescentar, por estar descontente com a pouca abrangência da medida.

“O presidente Biden esqueceu um grupo de cidadãos quando recentemente perdoou milhares de condenações federais por porte de canábis: aqueles condenados enquanto serviam nas forças armadas dos EUA”, alerta Rachel E. VanLandingham, professora de direito na Southwestern Law School de Los Angeles, tenente-coronel aposentada da Força Aérea dos EUA e actual presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar .

Erro deve ser “corrigido imediatamente”
A professora e ex-veterana da Força Aérea afirma que a medida não teve em conta um grupo de cidadãos: os que foram condenados enquanto serviam nas forças armadas dos EUA. Embora a proclamação presidencial trate de condenações federais, não estaduais, esta apenas perdoa expressamente condenações de leis penais federais civis, e não inclui aquelas condenadas por leis penais militares.

Segundo o artigo de opinião publicado no The Hill, a presidente do Instituto Nacional de Justiça Militar fundamenta que a proclamação cita especificamente a Lei Federal de Substâncias Controladas e as disposições criminais estatutárias do Distrito de Colúmbia, não mencionando o código penal militar, encontrado no Título 10 do Código dos EUA, sob o qual os militares são submetidos à corte marcial e condenados por delitos de drogas semelhantes .

A professora reitera que este erro “deve ser corrigido imediatamente”, pois não faz sentido que um “veterano – que foi submetido ao tribunal militar e dispensado das forças armadas devido ao porte de canábis – não possa beneficiar do mesmo perdão concedido a civis”.

Nas exigências, a autora do texto explica que este perdão deve estender-se à simples posse de canábis — de forma semelhante à forma como o álcool é tratado dentro das forças armadas, que é através da deficiência em serviço que traz danos significativos, não no uso privado responsável durante as horas de folga por pessoas maiores de idade.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Saúde2 dias atrás

Canabinóides revelam resultados promissores no tratamento do Transtorno da Personalidade Borderline

Uma investigação levada a cabo pela Khiron LifeSciences e coordenada por Guillermo Moreno Sanz sugere que os medicamentos à base de...

Internacional2 dias atrás

Caso Juicy Fields: 9 detidos pela Europol e Eurojustice. Burla ultrapassa 645 milhões de euros

Uma investigação conjunta conduzida por várias autoridades europeias, apoiadas pela Europol e pela Eurojust, culminou na detenção de nove suspeitos...

Internacional5 dias atrás

Utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante procedimentos médicos

Os utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante os procedimentos médicos para permanecerem sedados, se comparados com...

Internacional6 dias atrás

O futuro do CBD no Japão: Como as reformas legais irão moldar o mercado

No final do ano passado, o Japão deu um grande passo em direcção à reforma da canábis depois de aprovar...

Nacional7 dias atrás

Portugal: GreenBe Pharma obtém certificação EuGMP nas instalações de Elvas

A GreenBe Pharma, uma empresa de canábis medicinal localizada em Elvas, Portugal, obteve a certificação EU-GMP, ao abrigo dos regulamentos...

Nacional2 semanas atrás

Álvaro Covões, da Everything is New, compra instalações da Clever Leaves no Alentejo por 1.4 milhões de euros

Álvaro Covões, fundador e CEO da agência promotora de espectáculos ‘Everything is New‘, que organiza um dos maiores festivais de...

Eventos2 semanas atrás

ICBC regressa a Berlin a 16 e 17 de Abril

É uma das maiores e mais reconhecidas conferências de B2B sobre canábis da Europa e regressa a Berlim já nos...

Internacional2 semanas atrás

A legalização da canábis na Alemanha vista pelos olhos do hacker que criou um mapa essencial

Um hacker de Koblenz, uma cidade do estado da Renânia-Palatinado, criou um mapa com os locais onde, a partir de...

Nacional2 semanas atrás

André Ventura diz que quer “Limpar toda a canábis de Portugal”

André Ventura, o conhecido líder do partido político português de extrema-direita, Chega, disse que quer “limpar toda a canábis de...

Internacional2 semanas atrás

EUA: Kamala Harris diz que classificação actual da canábis é “absurda” e “manifestamente injusta”

A vice-presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Kamala Harris, defendeu na semana passada a desclassificação da canábis na tabela...