Connect with us

Cânhamo

ONU destaca potencial económico e social do cânhamo industrial

Publicado

em

Ouvir este artigo

O cânhamo industrial é o grande destaque da 16ª publicação da série “Commodities at a Glance”, um relatório publicado pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD). O documento enaltece o papel do cânhamo industrial na economia e na sociedade e recomenda aos governos medidas claras de distinção do cânhamo industrial da canábis, pedindo que promovam igualmente a utilização integral da planta. O mercado global de cânhamo pode atingir os 18 mil milhões de euros até 2027.

O sector do cânhamo industrial foi, mais uma vez, reconhecido pelo seu potencial, crescimento e aplicações mas também, e fundamentalmente, por tudo aquilo que ainda está por fazer, revela um novo documento da ONU (Organização das Nações Unidas). O relatório publicado pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) explica como os países em desenvolvimento podem explorar o potencial económico e social do cânhamo e como estes se reflectem nas estatísticas internacionais de produção e comércio.

Com base nas experiências práticas actuais e no conhecimento empírico, a ONU sugere passos que podem ser dados pelos países onde o clima e as características agronómicas são favoráveis ao seu cultivo, a fim de explorar de forma plena o potencial do cânhamo industrial. Um exemplo específico de medidas é a distinção positiva do status legal do cânhamo, que o diferencie claramente da ‘canábis intoxicante’. Sensibilização semelhante é referida quanto à estratégia de desenvolvimento sectorial, que deve centrar-se em explorar a planta integralmente. Essa abordagem pode contribuir para a criação de cadeias produtivas que contribuam para o crescimento das áreas rurais, da manufactura e da indústria de processamento de alimentos, para um sector que projecta um crescimento de 5 para 15 mil milhões de euros em 5 anos.

Contando com a participação e colaboração de Francesco Mirizzi e Kenzi Riboulet-Zemouli, além de comentários de Lorenza Romanese, da Associação Europeia do Cânhamo Industrial, o relatório está organizado em 6 capítulos.

Capítulo 1: Introdução

Capítulo 2: Apresenta as definições e taxonomia relacionadas com a espécie Cannabis L., seguidas de uma descrição das suas propriedades botânicas e características ecológicas. O capítulo termina com uma avaliação dos tratados internacionais que regulam a produção industrial de cânhamo.

Capítulo 3: Discute a cadeia de valor do sector do cânhamo industrial. Descreve as opções de produção e as restrições que os principais produtores enfrentam. Seguidamente, analisa os possíveis desafios e oportunidades para os processadores. Por fim, o capítulo analisa o efeito das preferências dos consumidores e sua evolução nas tendências do mercado.

Capítulo 4: Apresenta alguns factos e números sobre a produção de cânhamo, seguidos de informações relacionadas com o comércio internacional de produtos de cânhamo. A última secção discute tarifas e nomenclaturas relacionadas com o comércio de cânhamo.

Capítulo 5: Discute os preços dos produtos industriais de cânhamo, com base em valores unitários comerciais e preços publicados pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) e várias outras fontes.

Capítulo 6: Destaca questões políticas a serem consideradas pelos governos para promover o desenvolvimento do cânhamo industrial.

O relatório apresenta ainda Portugal como o terceiro maior importador de fibra de cânhamo na Europa (proveniente maioritariamente da China e da Tunísia), ao lado da Itália, que é o maior exportador da Europa. Portugal foi dos primeiros a exportar cânhamo para o Canadá, no entanto, de momento, as quantidades exportadas não têm expressão.

As matérias primas são produtos derivados da produção agrícola ou da produção mineral que ainda não foram transformados: produtos agrícolas, bebidas tropicais, energia, minerais, minérios e metais. A série “Commodities at a Glance” (resumo sobre as matérias primas, tradução livre) visa recolher, apresentar e divulgar informações estatísticas precisas e relevantes relacionadas com os mercados internacionais de matérias primas primárias, num formato claro, conciso e de fácil leitura.

UN_HEMP

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional3 dias atrás

Alemanha: Bundestag votou hoje a favor da legalização da canábis, mas ainda é necessária a aprovação do Conselho Federal

O Bundestag debateu e votou esta tarde o projecto da legalização do uso pessoal de canábis no país, com 407...

Internacional4 dias atrás

Alemanha: Legalização vai ser discutida esta sexta-feira, dia 23

O Bundestag da Alemanha vai finalmente deliberar sobre a legalização da canábis para consumo pessoal no país. O debate, que tem sido...

Cânhamo6 dias atrás

Cultivo de Cânhamo nos Açores vai ter sessão de esclarecimento na Ilha Terceira

A Confraria Internacional Cannabis Portugal e a CannAzores unem esforços para promover uma Sessão de Esclarecimento sobre o Cultivo de...

Saúde1 semana atrás

CBD e CBC mostram resultados promissores no carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço

Um estudo publicado na revista Cancers descobriu que os extractos de canábis ricos em CBD (canabidiol) podem matar células cancerosas da...

Internacional2 semanas atrás

Ucrânia: Zelensky assina projecto de lei para legalizar a canábis medicinal

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky assinou um projecto de lei que legaliza a canábis medicinal na Ucrânia, prevendo-se que os...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: Associação Mães pela Canábis publica e-book sobre canábis medicinal

A Associação de Mães pela Canábis (AMC) anunciou o lançamento de um e-book intitulado “Fronteiras da Cannabis: CIÊNCIA, TERAPÊUTICA &...

Corporações3 semanas atrás

Akanda assina carta de intenção para vender RPK Biopharma à Somaí. “Será uma das poucas empresas verticais de canábis da UE”, diz Michael Sassano

A Akanda Corporation, uma empresa internacional de canábis medicinal cotada na Nasdaq (AKAN) e que detém a empresa portuguesa Holigen, anunciou...

Cânhamo4 semanas atrás

Portugal: DGAV admite que o CBD é a sua “grande dor de cabeça” e produtores reclamam utilização da planta inteira

A conferência “Cânhamo Industrial – o (Re)nascer da Fileira em Portugal” promovida pela Cânhamor e pela Consulai, que decorreu dia...

Internacional4 semanas atrás

Pensionista espanhol contorna segurança do aeroporto de Lisboa com 21 kg de canábis

Um pensionista espanhol de 63 anos foi detido em Malta, depois de aterrar no aeroporto num voo proveniente de Lisboa,...

Cânhamo4 semanas atrás

Portugal: O futuro do cânhamo industrial discute-se amanhã em Beja

  O auditório EDIA, em Beja, vai receber amanhã, dia 30 de Janeiro, a partir das 14 horas, uma ronda...