Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

Reino Unido: Polícia propõe medidas de controlo mais brandas para o consumo de substâncias

Publicado

em

Foto: D.R.

O Conselho Nacional das Chefias de Polícia e o Colégio de Policiamento do Reino Unido estão a elaborar novas orientações para resolver o consumo de substâncias ilícitas como um problema de saúde pública.  De acordo com uma notícia divulgada pelo jornal britânico The Telegraph, a nova abordagem pretende deixar de submeter os utilizadores de substâncias ilícitas a processos judiciais.

Os utlilizadores de substâncias ilícitas como a canábis ou a cocaína poderão deixar de ser submetidos a processos judiciais, se consentirem submeter-se a um tratamento por adicção, aproximando-se do modelo português da descriminalização adoptado em 2001. O plano nacional para combater o consumo de substâncias ilícitas foi realizado pelas autoridades de segurança, nomeadamente pelo Conselho Nacional das Chefias de Polícia, em conjunto com o Colégio do Policiamento, de forma a tratar a questão no âmbito da saúde pública.

A fórmula encontrada passa por submeter as pessoas detidas, pela primeira vez, na posse ou consumo de substâncias ilícitas, a programas de educação ou tratamento, em oposição a uma coima ou ao registo do incidente na ficha criminal.

Quatorze das 43 forças policiais de Inglaterra e País de Gales, incluindo West Midlands, Thames Valley e Durham, classificadas como das mais bem-sucedidas da Grã-Bretanha, já operam com protocolos semelhantes, mas a nova iniciativa procura estabelecer uma abordagem nacionalmente consistente.

A medida pode colocar a polícia e os chefes de saúde pública em rota de colisão com o governo, que propôs uma nova e dura abordagem de “três golpes e fora” para o uso de drogas recreativas, o que poderia proibir os utilizadores de viajar para fora do país ou perder a carta de condução.

Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional6 horas atrás

Hong Kong: Proibição do CBD entra em vigor a 1 de Fevereiro, com multas milionárias e penas de prisão perpétua

Hong Kong vai classificar oficialmente o Canabidiol (CBD) como uma “droga perigosa” já a partir desta quarta-feira, 1 de Fevereiro,  e...

Internacional3 dias atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa4 dias atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações4 dias atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional4 dias atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional5 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...

Internacional5 dias atrás

Alemanha pretende concluir projecto de lei e parecer técnico sobre a legalização até final de Março

O projecto de lei do governo alemão para a legalização da canábis deverá estar concluído até ao final de Março,...

Internacional6 dias atrás

EUA: Supremo Tribunal do Arizona decide que uso de canábis medicinal durante a gravidez não constitui negligência infantil

O Supremo Tribunal do Arizona decidiu que o uso materno de canábis para enjôos matinais não constitui negligência infantil, avançou a...

Internacional6 dias atrás

República Checa: Projecto para a legalização do uso adulto poderá ser apresentado já em Março

A legislação que regulamentará a canábis para fins recreativos na República Checa poderá ver a luz do dia dentro de...