Connect with us
Publicidade
Publicidade

Internacional

EUA: Chicago recebe o primeiro Instituto de Pesquisa de Canábis

Publicado

em

Foto: D.R.

A cidade de Chicago, no estado do Illinois, e o Discovery Partners Institute anunciaram o lançamento do Cannabis Research Institute, um centro inédito na costa oeste que pretende impulsionar a posição global do Illinois como centro científico.

O Cannabis Research Institute (CRI) é um esforço conjunto para fornecer um corpo robusto de investigação de forma a progredir no conhecimento público sobre os impactos científicos e socio-económicos do uso e da produção de canábis. O acordo permitirá que o novo instituto aproveite os escritórios, pessoal e recursos do Discovery Partners Institute (DPI), em Chicago.

“Esta é uma tremenda oportunidade não apenas para promover Chicago como o centro de pesquisa de canábis, muito procurado, mas também para expandir a amplitude do conhecimento e da ciência necessária para moldar a política”, disse a presidente da câmara de Chicago, Lori E. Lightfoot. “A nossa cidade é o local perfeito, pois abrigamos um impressionante centro de inovação e universidades e instituições de pesquisa de classe mundial. Aproveitar e coordenar os recursos da nossa cidade para criar um centro de pesquisa de canábis de primeira linha criará ondas nesta nova indústria e estabelecerá o precedente na pesquisa de canábis a nível nacional.”

Apesar do esmagador apoio público à legalização medicinal e recreativa, a canábis continua ilegal a nível federal e o governo federal mantém políticas e regulamentos restritivos em pesquisas sobre saúde, danos ou benefícios dos produtos de canábis. Como resultado, a pesquisa sobre os efeitos da canábis na saúde tem sido limitada nos Estados Unidos, privando pacientes, profissionais de saúde, consumidores e formuladores de políticas das evidências de que precisam para tomar decisões sensatas em relação ao seu uso.

O CRI promoverá parcerias e colaborações com diversas partes interessadas, incluindo representantes do estado de Illinois e da cidade de Chicago, para garantir que a pesquisa sobre a canábis informe a regulamentação e a política para proteger a saúde e a segurança pública; estimular o avanço médico, científico e tecnológico; e abordar questões sociais sobre os impactos de novos mercados e políticas.

Para isso, o DPI montará e liderará uma equipa de investigação que reúna instituições de pesquisa, agências governamentais, empresas e comunidades. “Temos anos de experiência na construção de equipas de investigação em várias disciplinas e instituições”, disse Bill Jackson, director executivo da DPI. “Estamos entusiasmados em criar novos territórios e parcerias, e realizar investigação que tornará a nossa cidade mais segura e saudável – e a nossa sociedade mais igualitária”.

A pesquisa futura será ampla e abrangerá tópicos sobre impactos de equidade social, efeitos medicinais e de saúde e práticas de cultivo de culturas agrícolas. Tópicos de exemplo incluem impactos sociais e comunitários da legalização da canábis, análise de lacunas demográficas de programas de canábis medicinal, eficácia da canábis e canabinóides em condições médicas, como alívio da ansiedade e redução da inflamação, impactos na saúde pública da legalização do uso recreativo de canábis, e ainda o melhoramento varietal de plantas em condições ambientais controladas.

O CRI vai trabalhar em estreita colaboração com o director de Supervisão Regulatória da Canábis, a Drug Enforcement Administration (DEA) e outras agências reguladoras.

Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Comunicados de Imprensa15 horas atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações15 horas atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional19 horas atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional2 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa2 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...

Internacional2 dias atrás

Alemanha pretende concluir projecto de lei e parecer técnico sobre a legalização até final de Março

O projecto de lei do governo alemão para a legalização da canábis deverá estar concluído até ao final de Março,...

Internacional3 dias atrás

EUA: Supremo Tribunal do Arizona decide que uso de canábis medicinal durante a gravidez não constitui negligência infantil

O Supremo Tribunal do Arizona decidiu que o uso materno de canábis para enjôos matinais não constitui negligência infantil, avançou a...

Internacional3 dias atrás

República Checa: Projecto para a legalização do uso adulto poderá ser apresentado já em Março

A legislação que regulamentará a canábis para fins recreativos na República Checa poderá ver a luz do dia dentro de...

Nacional4 dias atrás

Clever Leaves despede 63 pessoas e sai de Portugal

A Clever Leaves anunciou hoje que vai abandonar as suas operações em Portugal, tendo procedido ao despedimento colectivo de 63 trabalhadores....

Corporações6 dias atrás

Portugal: Tribunal de Santarém declara insolvência da VF1883

A VF1883 Pharmaceuticals, uma empresa produtora de canábis medicinal com sede em Benavente, foi declarada insolvente pelo Tribunal de Santarém. A...