Connect with us

Internacional

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R.

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse de até 7 gramas por pessoa e o cultivo de até 4 plantas por agregado familiar. No entanto, o progresso na implementação da nova regulamentação tem sido lento, com alguns retrocessos ao longo do caminho. Entretanto, o governo confirmou que as organizações sem fins lucrativos poderão registar-se para obter uma licença de cultivo e venda de canábis ao público a partir de 28 de Fevereiro de 2023. 

Um grande revés foi a demissão de Mariella Dimech, Presidente Executiva da Autoridade para o Uso Responsável de Canábis (ARUC). Dimech, uma psicoterapeuta com mais de 21 anos de experiência na abordagem de questões de redução de danos e dependência, foi inicialmente nomeada como Presidente Executiva da ARUC. No entanto, em Novembro de 2021, Dimech foi abruptamente demitida do seu cargo, com pouca ou nenhuma informação sobre o sucedido. Numa declaração, citou a falta de um cargo funcional, pessoal, orçamento e uma estratégia política com a qual não concordava. 

Após a saída de Dimech, Lenoid McKay, CEO da Housing Authority, foi nomeado Presidente Executivo da ARUC. Esta nomeação foi recebida com críticas daqueles que tinham lutado pela reforma da canábis, uma vez que McKay e a organização que liderou anteriormente, a Caritas Malta, tinham feito campanha contra a reforma das leis sobre a canábis em Malta. A ONG maltesa Releaf Malta também manifestou na altura profunda preocupação, afirmando que a nomeação era um “insulto directo ao espírito da lei” e que a Caritas tinha “levantado uma cruzada demoníaca contra qualquer forma de mudanças legislativas que potenciassem o uso responsável de canábis”. 

Em Fevereiro de 2022, foi anunciado que os pedidos de licenciamento para associações de canábis seriam abertos. Recentemente, foi confirmado que as organizações sem fins lucrativos poderão registar-se para obter uma licença de cultivo e venda de canábis ao público a partir de 28 de Fevereiro de 2023. 

Estas associações serão responsáveis por todo o processo, desde a “semente até à venda”, com principal foco no que toca a questões de redução de danos. A ARUC está actualmente a trabalhar na definição de normas para a embalagem, rotulagem e controlo de qualidade dos produtos.  

Para assegurar que as exigências dos utilizadores de canábis na ilha se reflectem na lei, a ARUC também prometeu ter reuniões mensais com as ONGs que os representam, bem como criar e ter também vários departamentos, desde a investigação, licenciamento, aplicabilidade e conformidade para garantir que as associações estão a conduzir os seus negócios de acordo com a lei. 

O facto de estas associações não serem empresas comerciais foi algo salientado com grande foco durante o anúncio deste novo desenvolvimento, assim como a importância do envolvimento dos stakeholders, ONGs e dos próprios consumidores. Isto representa um passo positivo na direcção de um quadro regulamentado para a canábis em Malta, acrescentando também alguma pressão para que outros países europeus procedam a reformas na sua abordagem à canábis. 

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

+ posts
Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Eventos18 horas atrás

Maren Krings, autora de “H is for Hemp” apresenta o seu documentário sobre a Ucrania hoje em Lisboa

Maren Krings, fotojornlista autro-alemã e autora do livro “H is for Hemp” está hoje em Lisboa para apresentar o seu...

Internacional3 dias atrás

EUA: Pediatra Bonni Goldstein lança petição contra a proibição de medicamentos de CBD natural na Califórnia

A pediatra norte-americana Bonni Goldstein está a alertar para a tentativa de proibição de medicamentos derivados de CBD natural na...

Internacional3 dias atrás

Europa tem quase 23 milhões de utilizadores de canábis, a mais consumida de todas as substâncias ilícitas

A canábis continua a ser, de longe, a substância ilícita mais consumida na Europa. Estas são as conclusões do “Relatório...

Eventos4 dias atrás

Mary Jane celebra a cultura da canábis legal pela primeira vez na Alemanha

É já no próximo fim-de-semana, de 14  16 de Junho, que se realiza a já habitual Mary Jane, na Messe...

Eventos1 semana atrás

CB Club reúne profissionais da canábis antecipando a Mary Jane, em Berlim

A antecipar a CB Expo (Cannabis Business Expo and Conference), que acontecerá em Dortmund, em Setembro, a CB Company vai...

Reportagem1 semana atrás

África do Sul: a legalização de uma indústria que já prospera

Nas semanas que antecederam as eleições para Assembleia Geral na África do Sul, na passada quarta-feira, 29 de Maio, havia...

Entrevistas2 semanas atrás

Rui Reininho: “Eu acho esquisitíssimo andarem os meus colegas da GNR a meter o nariz nas propriedades das pessoas a ver o que é que esta planta faz”

Rui Reininho, músico português que ficou famoso enquanto vocalista dos GNR, dispensa apresentações. Ao contrário do que muitos pensam, não fundou...

Notícias2 semanas atrás

Canadá: Estudo demonstra que utilização de canábis reduz consumo de metanfetaminas

Os utilizadores de poli-drogas, indivíduos que consomem várias substâncias, recorrem frequentemente à canábis como forma de reduzir o seu consumo...

Eventos4 semanas atrás

CannaTrade regressa a Zurique de 24 a 26 de Maio

A CannaTrade – Feira e Festival Internacional do Cânhamo de Zurique atinge em 2024 a maioridade, celebrando a sua 18ª...

Comunicados de Imprensa4 semanas atrás

Grupo SOMAÍ e a sua subsidiária RPK Biopharma ampliam parceria com Cookies para incluir Europa e Reino Unido

LISBOA, PORTUGAL, 16 de maio de 2024 /EINPresswire.com/ — O Grupo SOMAÍ (“SOMAÍ”) e a sua subsidiária, RPK Biopharma expandiram...