Connect with us

Internacional

Argentina cria Agência Regulatória da Indústria do Cânhamo e da Canábis Medicinal

Publicado

em

Ouvir este artigo

A Argentina deu um passo ousado no sentido de se tornar um actor importante no mercado global da canábis, ao criar uma agência reguladora especificamente concebida para supervisionar o cultivo, produção e exportação de produtos derivados da canábis. Este passo reflecte o reconhecimento crescente dos potenciais benefícios da indústria da canábis, tanto económica como medicinal.

A nova agência reguladora de canábis, intitulada Agencia Regulatoria de la Industria del Cáñamo y del Cannabis Medicinal (ARICCAME), recentemente criada na Argentina, tem a tarefa de assegurar que a indústria de canábis do país funcione de uma forma segura e sustentável. Isto incluirá o desenvolvimento e implementação de regulamentos para o cultivo, produção e venda de produtos de canábis, assim como o controlo e a imposição do cumprimento destes regulamentos.

A ARICCAME trabalhará em estreita colaboração com outros departamentos governamentais e partes interessadas para assegurar que a indústria funcione de forma ambientalmente responsável e que a saúde e segurança dos consumidores esteja salvaguardada. Além disso, a agência terá também um papel na promoção da exportação de produtos de canábis argentinos, a fim de maximizar os benefícios económicos da indústria para o país.

O principal objectivo da ARICCAME é promover o desenvolvimento sustentável da indústria da canábis no país. Isto será alcançado através da implementação de uma série de medidas destinadas a apoiar o crescimento da indústria, garantindo ao mesmo tempo que esta opera de forma responsável e segura.

Em particular, a ARICCAME irá concentrar-se em:

  • Desenvolver e implementar regulamentos para o cultivo, produção e venda de produtos de canábis;
  • Controlo e imposição do cumprimento destes regulamentos;
  • Promoção da exportação de produtos de canábis argentinos;
  • Proteger a saúde e a segurança dos consumidores;
  • Assegurar que a indústria opera de uma forma ambientalmente responsável.

A ARICCAME está também determinada a ter um impacto real no mercado global da canábis, com planos ambiciosos para o futuro. Nos próximos anos, a agência planeia atingir os seguintes objectivos:

  • Expandir a gama de produtos de canábis disponíveis para exportação;
  • Estabelecer parcerias com outros países para promover a exportação de produtos de canábis argentinos;
  • Encorajar o investimento na indústria de canábis argentina;
  • Promover o uso da canábis para fins medicinais;
  • Desenvolver novas tecnologias para melhorar a sustentabilidade e a segurança da indústria.

O lançamento da ARICCAME marca um passo significativo para a indústria de canábis na Argentina e fornece uma base forte para o seu futuro crescimento e desenvolvimento. Ao concentrar-se na sustentabilidade, segurança e potencial de exportação, a agência está bem posicionada para ajudar a Argentina a tornar-se um actor importante no mercado global da canábis.

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional2 dias atrás

Alemanha: Bundestag votou hoje a favor da legalização da canábis, mas ainda é necessária a aprovação do Conselho Federal

O Bundestag debateu e votou esta tarde o projecto da legalização do uso pessoal de canábis no país, com 407...

Internacional3 dias atrás

Alemanha: Legalização vai ser discutida esta sexta-feira, dia 23

O Bundestag da Alemanha vai finalmente deliberar sobre a legalização da canábis para consumo pessoal no país. O debate, que tem sido...

Cânhamo5 dias atrás

Cultivo de Cânhamo nos Açores vai ter sessão de esclarecimento na Ilha Terceira

A Confraria Internacional Cannabis Portugal e a CannAzores unem esforços para promover uma Sessão de Esclarecimento sobre o Cultivo de...

Saúde1 semana atrás

CBD e CBC mostram resultados promissores no carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço

Um estudo publicado na revista Cancers descobriu que os extractos de canábis ricos em CBD (canabidiol) podem matar células cancerosas da...

Internacional1 semana atrás

Ucrânia: Zelensky assina projecto de lei para legalizar a canábis medicinal

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky assinou um projecto de lei que legaliza a canábis medicinal na Ucrânia, prevendo-se que os...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: Associação Mães pela Canábis publica e-book sobre canábis medicinal

A Associação de Mães pela Canábis (AMC) anunciou o lançamento de um e-book intitulado “Fronteiras da Cannabis: CIÊNCIA, TERAPÊUTICA &...

Corporações3 semanas atrás

Akanda assina carta de intenção para vender RPK Biopharma à Somaí. “Será uma das poucas empresas verticais de canábis da UE”, diz Michael Sassano

A Akanda Corporation, uma empresa internacional de canábis medicinal cotada na Nasdaq (AKAN) e que detém a empresa portuguesa Holigen, anunciou...

Cânhamo3 semanas atrás

Portugal: DGAV admite que o CBD é a sua “grande dor de cabeça” e produtores reclamam utilização da planta inteira

A conferência “Cânhamo Industrial – o (Re)nascer da Fileira em Portugal” promovida pela Cânhamor e pela Consulai, que decorreu dia...

Internacional4 semanas atrás

Pensionista espanhol contorna segurança do aeroporto de Lisboa com 21 kg de canábis

Um pensionista espanhol de 63 anos foi detido em Malta, depois de aterrar no aeroporto num voo proveniente de Lisboa,...

Cânhamo4 semanas atrás

Portugal: O futuro do cânhamo industrial discute-se amanhã em Beja

  O auditório EDIA, em Beja, vai receber amanhã, dia 30 de Janeiro, a partir das 14 horas, uma ronda...