Connect with us

Cânhamo

Madeira: Lojas de cânhamo fiscalizadas pela ARAE

Publicado

em

As cinco lojas com produtos de cânhamo existentes na Ilha da Madeira, em Portugal, foram alvo de fiscalização por parte da Autoridade Regional das Actividades Económicas (ARAE). Da acção, resultou a identificação de infracções por parte de duas lojas, numa acção que recebeu algumas críticas por parte dos comerciantes. 

A Autoridade Regional das Atividades Económicas (ARAE), anunciou em comunicado que, em cooperação com a Polícia de Segurança Pública, realizou esta semana uma operação de fiscalização direccionada aos estabelecimentos de comercialização de produtos derivados da canábis (cânhamo). A operação conjunta destas entidades desenrolou-se de forma a verificar a conformidade dos produtos comercializados (origem, rotulagem e segurança para os consumidores) e decorreu nas cinco lojas existentes na Madeira, 4 no Funchal e uma na Ponta do Sol.

Segundo o comunicado da autoridade, foram fiscalizados “5 estabelecimentos comerciais dedicados à venda destes produtos na Região Autónoma da Madeira, da qual resultou a instauração de 2 procedimentos contraordenacionais”. As infrações que motivaram os procedimento foram a falta de afixação de preços e falta de comunicação prévia. A autoridade madeirense comunicou ainda a apreensão preventiva de cerca de 3 dezenas de produtos alimentares por rotulagem deficiente, no valor aproximado de 400 euros.

Segundo o que foi possível apurar pelo Cannareporter, os dois estabelecimentos visados nos procedimentos contraordenacionais terão sido a “Bud Temple” e a “CBWeed”. A “Cannabis Store Amsterdam Funchal”, “Cannabis BioStore Funchal” e a “Cannabis & Wine Ponta do Sol” confirmaram a fiscalização dos seus estabelecimentos. No entanto, afirmam não ter sido sujeitos a qualquer tipo de procedimento.

“Falta clareza e informação sobre o cânhamo”

Em declarações à CannaReporter, Fábio Faria, proprietário das Lojas “Cannabis Store Amsterdam Funchal”, “BioCannabis Store Funchal” e a “Cannabis & Wine Ponta do Sol”, confirma que a ARAE procedeu à inspeção de todos os produtos alimentares, tendo verificado que se encontrava tudo “conforme a legislação”. “A PSP também decidiu conferir a documentação e análises das flores de cânhamo”, tendo o empresário adiantado que a PSP “fica meia desconfiada quando o teste que realizam dá positivo, porque os testes da PSP não verificam o teor de THC, apenas verifica se é canábis ou não”, considerando assim que ainda há um caminho a percorrer no que toca a formar e informar sobre os produtos de cânhamo.

Noutro estabelecimento, na CBWeed, um dos produtos apreendidos pela ARAE terá sido, entre outros, pastilhas elásticas, motivadas pelo facto de uma inscrição “THC Free”. Os proprietários da empresa, que ficaram como fieis depositários dos produtos preventivamente apreendidos, questionam o critério para esta apreensão por parte da entidade madeirense. “Nós somos um franchising, há lojas em todo o país com os mesmos produtos, e não existe este tipo de problemática”, afirmam os proprietários da CBWeed, que aguardam o decorrer dos trâmites normais deste procedimento.

Comunicação social regional alvo de críticas

A comunicação relativa à acção da ARAE e a sua cobertura nos meios de comunicação mereceram também duras críticas do empresário Fábio Faria, que critica “o Jornal da Madeira e o Diário de Notícias da Madeira fizeram mal a notícia e induziram muitas pessoas em erro”. Fábio Faria acusa principalmente o Diário de Notícias da Madeira de não realizar a confirmação das suas noticias, de não conversar com os empresários visados, sublinhando que “a mesma jornalista que há 3 anos noticiou de forma enganosa apreensões nas nossas lojas”.

Fábio Faria acrescenta que”o Diário (de Notícias da Madeira) está noticiar, uma vez mais, de forma pouco esclarecedora, uma notícia de apreensões no Funchal e Ponta do Sol quando nas nossas lojas não existiu nenhuma apreensão, estava tudo dentro da lei.”

A nossa comunicação social não deveria induzir em erro os seus leitores”, eslarece o empresário.

O CannaReporter irá continuar a acompanhar esta questão, tendo solicitado às entidades oficiais uma reacção.

Comunicação ARAE 10-02-2023

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Saúde2 dias atrás

Canabinóides revelam resultados promissores no tratamento do Transtorno da Personalidade Borderline

Uma investigação levada a cabo pela Khiron LifeSciences e coordenada por Guillermo Moreno Sanz sugere que os medicamentos à base de...

Internacional2 dias atrás

Caso Juicy Fields: 9 detidos pela Europol e Eurojustice. Burla ultrapassa 645 milhões de euros

Uma investigação conjunta conduzida por várias autoridades europeias, apoiadas pela Europol e pela Eurojust, culminou na detenção de nove suspeitos...

Internacional5 dias atrás

Utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante procedimentos médicos

Os utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante os procedimentos médicos para permanecerem sedados, se comparados com...

Internacional6 dias atrás

O futuro do CBD no Japão: Como as reformas legais irão moldar o mercado

No final do ano passado, o Japão deu um grande passo em direcção à reforma da canábis depois de aprovar...

Nacional7 dias atrás

Portugal: GreenBe Pharma obtém certificação EuGMP nas instalações de Elvas

A GreenBe Pharma, uma empresa de canábis medicinal localizada em Elvas, Portugal, obteve a certificação EU-GMP, ao abrigo dos regulamentos...

Nacional2 semanas atrás

Álvaro Covões, da Everything is New, compra instalações da Clever Leaves no Alentejo por 1.4 milhões de euros

Álvaro Covões, fundador e CEO da agência promotora de espectáculos ‘Everything is New‘, que organiza um dos maiores festivais de...

Eventos2 semanas atrás

ICBC regressa a Berlin a 16 e 17 de Abril

É uma das maiores e mais reconhecidas conferências de B2B sobre canábis da Europa e regressa a Berlim já nos...

Internacional2 semanas atrás

A legalização da canábis na Alemanha vista pelos olhos do hacker que criou um mapa essencial

Um hacker de Koblenz, uma cidade do estado da Renânia-Palatinado, criou um mapa com os locais onde, a partir de...

Nacional2 semanas atrás

André Ventura diz que quer “Limpar toda a canábis de Portugal”

André Ventura, o conhecido líder do partido político português de extrema-direita, Chega, disse que quer “limpar toda a canábis de...

Internacional2 semanas atrás

EUA: Kamala Harris diz que classificação actual da canábis é “absurda” e “manifestamente injusta”

A vice-presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Kamala Harris, defendeu na semana passada a desclassificação da canábis na tabela...