Connect with us

Cultivo

Paraguai: Cooperativa convida comunidade a participar em colheita de canábis

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R. | ABC.com.py

A América do sul está a ser palco de iniciativas arrojadas, que poderiam mesmo servir de exemplo a muitos países da Europa. A Cooperativa Paraguaia de Canábis partilhou um convite público aos cidadãos,  incentivando-os a participar na colheita de canábis do próximo Domingo, dia 19 de Fevereiro, na comunidade de Agüerito, em Santa Rosa del Aguaray, em San Pedro. De acordo com o jornal ABC, a canábis é uma planta de “interesse municipal”, que pode mudar a vida de milhares de famílias de agricultores. A colheita comunitária será uma espécie de festa popular e incluirá a oferta de comidas típicas, música e uma assembleia onde se debaterá a legalização do uso e cultivo de canábis no Paraguai. A colheita servirá para fazer óleos e pomadas de uso medicinal que serão distribuídas pelo município de forma gratuita ou a preços sociais.

É uma iniciativa inusitada e peculiar. No próximo Domingo, dia 19 de Fevereiro, a Cooperativa Paraguaia de Canábis tem como programa uma colheita colectiva de canábis, semeada no campo comunitário de Agüerito, localizada no distrito de Santa Rosa del Aguaray, departamento de San Pedro. Quem estiver interessado em juntar-se à colheita colectiva apenas necessita de dirigir-se às instalações da Cooperativa.

“Queremos transformar a colheita da canábis numa festa popular”, disse Eulalio López, líder comunitário de Agüerito, expressando que “no Domingo, dia 19, teremos música, refeições típicas e uma assembleia onde conheceremos detalhes do projecto de lei para legalizar o uso e cultivo de canábis”.

Eulalio López referiu ainda que “para nós é muito importante que as pessoas venham a Agüerito, queremos que se juntem à colheita. É uma actividade que pode mudar a vida de milhares de famílias camponesas, trabalhando de forma legal, em oposição à miséria e à perseguição dos mercados ilícitos”.

Colheita servirá para fazer óleos e pomadas para uso medicinal gratuito
O líder do Movimento de Resistência Camponesa confirmou ao ABC que “diversas autoridades do departamento e da cidade de Santa Rosa del Aguaray  estarão presentes no dia 19 de fevereiro”. Igualmente, a comunidade de Agüerito tomou a decisão de contribuir com os lucros gerados com a colheita de soja para a instalação de um laboratório de qualidade, de forma a fortalecer o projecto. “O laboratório é muito importante. O óleo e a pomada de canábis são produzidos artesanalmente, mas o controlo de qualidade permitirá que as pessoas saibam que estão a receber um produto de boa qualidade”, mencionou Lopez.

Juan Cabezudo, líder da Cooperativa Paraguaia de Canábis, mencionou que “o produto da colheita de 19 de Fevereiro será usado para fazer óleos e pomadas para uso medicinal. Vamos entregar a nossa produção ao município para distribuição gratuita”. Acrescentou que “o Estado nunca cumpriu a Lei 6.007 e que o município de Santa Rosa del Aguaray está a assumir a liderança para apoiar o uso da canábis medicinal”.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Granja Madre (@granjamadre)

Canábis é uma colheita de interesse municipal

A Câmara Municipal de Santa Rosa del Aguaray promulgou a portaria 10/2022 que declarou de interesse público um “programa nacional de estudo e pesquisa médico-científica do uso medicinal da planta canábis”. A decisão foi tomada em 19 de julho e menciona o estabelecimento “de um cultivo experimental, cooperativo e orgânico de canábis medicinal, a cargo de nosso município, em colaboração com a Câmara Paraguaia de Canábis Industrial”.

A intenção da autarquia é conseguir “o desenvolvimento de estudos de investigação académica e científica para o acompanhamento técnico das culturas e das suas extracções”.

Desta forma, pretende-se que Santa Rosa del Aguaray tenha a disponibilidade de canábis medicinal para os pacientes da sua jurisdição. “A totalidade das extracções será destinada às necessidades da nossa comunidade, em primeiro lugar, e como uma contribuição solidária às comunidades vizinhas, em virtude do cumprimento da Lei 6.007/17″, que obriga o Estado paraguaio a fornecer canábis medicinal gratuita às pessoas que necessitem deste medicamento.

A lei foi promulgada em 2017, mas o Ministério da Saúde Pública nunca entregou óleo de canábis a ninguém. Até agora limitou-se a ter um cadastro nacional de utilizadores, onde apenas 107 pessoas se registaram.

Em contrapartida, a Cooperativa Paraguaya de Canábis criou o Cannabis Club, que já conta com mais de 3.000 inscrições de pessoas que começaram a receber seus medicamentos de canábis gratuitamente. No dia da colheita, os participantes terão a oportunidade de comprar óleos e pomadas a preços sociais, mediante registo prévio no formulário utilizado pela Directoria Nacional de Vigilância Sanitária (Dinavisa).

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional2 dias atrás

Alemanha aprova o primeiro clube social de canábis após a legalização

A Ministra da Agricultura da Baixa Saxónia, Miriam Staudte, anunciou esta segunda-feira que o seu gabinete autorizou o primeiro clube...

Cânhamo4 dias atrás

Tailândia cada vez mais perto de reclassificar a canábis e o cânhamo como substâncias controladas

A Tailândia deu mais um passo decisivo no sentido de voltar a proibir a canábis no país. Na passada sexta-feira,...

Internacional1 semana atrás

Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (OEDT) passa a ser Agência da União Europeia das Drogas (EUDA)

A 2 de Julho de 2024 o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (EMCDDA) passará a ser a Agência...

Eventos2 semanas atrás

ICRS – International Cannabinoid Research Society reúne médicos e investigadores em Salamanca para o 34º Simpósio sobre Canabinoides

Se pensa que a investigação com canábis é algo recente e que inda não há estudos suficientes… pense outra vez! É...

Crónica2 semanas atrás

Terroir 101 – Uma Introdução

Este artigo inicia uma série sobre temas necessários para os que acreditam que esta planta merece ser reverenciada e elevada...

Eventos3 semanas atrás

Editora do CannaReporter®, Laura Ramos, nomeada “Jornalista do Ano” nos prémios Business of Cannabis

A indústria da canábis está prestes a reunir-se em Londres para dois dias de Cannabis Europa e uma noite de...

Comunicados de Imprensa3 semanas atrás

Cannabis Europa recebe líderes europeus e norte-americanos em Londres para capitalizar o mercado europeu da canábis

A indústria norte-americana de canábis está a criar um movimento significativo através do Atlântico, à medida que os líderes deste...

Internacional4 semanas atrás

Polícia alemã esclarece que não sugeriu consumo de canábis (em vez de álcool) aos adeptos ingleses do Euro 2024

A polícia de Gelsenkirchen, na Alemanha, foi citada numa notícia onde afirmou que as atenções estariam mais centradas nos adeptos...

Eventos4 semanas atrás

Substâncias sintéticas ameaçam enorme sucesso da Mary Jane Berlin

Era expectável que esta edição da Mary Jane Berlin fosse a maior concentração de sempre da comunidade da canábis na...

Nacional4 semanas atrás

ICAD promove inquérito europeu sobre consumo de drogas em Portugal

O Instituto para os Comportamentos Aditivos e as Dependências (ICAD) iniciou a 4ª edição do European Web Survey on Drugs...