Connect with us

Cânhamo

Comissão Europeia debateu hoje o cânhamo na reforma da Política Agrícola Comum

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R. | UE

O eurodeputado português, Álvaro Amaro, disse hoje na Comissão Europeia que em Portugal existe “uma forte limitação por regulamentos do governo” em relação ao cultivo de cânhamo, algo que estará a acontecer também noutros países da Europa. Amaro falou esta manhã na Comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural, que discutiu a situação do cânhamo na reforma da Política Agrícola Comum (PAC) da União Europeia (UE) e a necessidade de harmonização da regulamentação.

O auditório Altiero Spinneli, em Bruxelas, recebeu algumas figuras representativas do cânhamo na Europa, além do Observatório Europeu das Drogas e da Toxicodependência (EMCDDA) e de vários eurodeputados para fazer um ponto de situação sobre o cânhamo na Europa. As divergências e diferenças de opinião e visão enalteceram a necessidade de clarificação legal da posição europeia relativamente a esta cultura. 

Indústria do cânhamo sofre de “fortes limitações burocráticas”
Eram 9 da manhã quando o eurodeputado alemão, Norbert Lins, presidente da Comissão AGRI, deu início à reunião, de uma hora e meia, com um foco muito específico: discutir o cânhamo e a política agrícola comum europeia. A discussão contou com algumas intervenções de participantes da indústria e especialistas. De seguida, os membros do parlamento europeu colocaram algumas questões, incentivando a comissão a intervir para harmonizar uma indústria que sofre de fortes limitações, especialmente burocráticas.

O primeiro convidado, Marco Fugazza, Director de Assuntos Económicos da Conferência sobre Comércio e Desenvolvimento das Nações Unidas (UNCTAD), discutiu de forma generalizada o cânhamo como planta polivalente, apresentando as suas propriedades, o mercado do cânhamo e as suas potencialidades.

Em seguida, foram explorados os “produtos de canábis com baixo teor de THC: uma visão geral e regulamentação” por parte de Michael Pielke, Director Interino de Sustentabilidade da DG AGRI da Comissão Europeia. Brendan Hughes, cientista principal e especialista em legislação sobre drogas do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (EMCDDA), transmitiu aos presentes algumas noções sobre o “Cultivo e processamento de cânhamo – potenciais e desafios”.

Do lado mais prático, como convidados em representação da indústria do cânhamo, estiveram Kate Carmody, agricultora e vice-presidente da Cooperativa de Cânhamo da Irlanda, que explicou a história da agricultura de cânhamo na Irlanda, seguida de Ardi Oja, co-fundador e CEO da Estonian Organic Protein, que falou sobre a história do processamento de cânhamo na Estónia.

As várias intervenções dos mais de 10 membros do Parlamento Europeu, manifestaram apoio, de forma geral, à cultura do cânhamo. Uma das principais questões abordadas foi a necessidade de harmonização da legislação europeia, de forma a permitir a utilização da planta integral, e como meio de reduzir os obstáculos e barreiras burocráticas que os participantes da indústria enfrentam.

O eurodeputado português do Partido Social Democrata (PSD), Álvaro Amaro, explicou que em Portugal existe “uma forte limitação por regulamentos do governo em relação ao cultivo desta planta”. O eurodeputado do PSD sugeriu que o governo português está a conduzir mal a promoção do cânhamo, associando-se aos outros membros do parlamento europeu no pedido à CE, para que estabeleça linhas e directrizes que garantam que este sector é incentivado e desburocratizado.

Para assistir ao debate completo aceda a este link.

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional2 dias atrás

Alemanha: Bundestag votou hoje a favor da legalização da canábis, mas ainda é necessária a aprovação do Conselho Federal

O Bundestag debateu e votou esta tarde o projecto da legalização do uso pessoal de canábis no país, com 407...

Internacional3 dias atrás

Alemanha: Legalização vai ser discutida esta sexta-feira, dia 23

O Bundestag da Alemanha vai finalmente deliberar sobre a legalização da canábis para consumo pessoal no país. O debate, que tem sido...

Cânhamo5 dias atrás

Cultivo de Cânhamo nos Açores vai ter sessão de esclarecimento na Ilha Terceira

A Confraria Internacional Cannabis Portugal e a CannAzores unem esforços para promover uma Sessão de Esclarecimento sobre o Cultivo de...

Saúde1 semana atrás

CBD e CBC mostram resultados promissores no carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço

Um estudo publicado na revista Cancers descobriu que os extractos de canábis ricos em CBD (canabidiol) podem matar células cancerosas da...

Internacional1 semana atrás

Ucrânia: Zelensky assina projecto de lei para legalizar a canábis medicinal

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky assinou um projecto de lei que legaliza a canábis medicinal na Ucrânia, prevendo-se que os...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: Associação Mães pela Canábis publica e-book sobre canábis medicinal

A Associação de Mães pela Canábis (AMC) anunciou o lançamento de um e-book intitulado “Fronteiras da Cannabis: CIÊNCIA, TERAPÊUTICA &...

Corporações3 semanas atrás

Akanda assina carta de intenção para vender RPK Biopharma à Somaí. “Será uma das poucas empresas verticais de canábis da UE”, diz Michael Sassano

A Akanda Corporation, uma empresa internacional de canábis medicinal cotada na Nasdaq (AKAN) e que detém a empresa portuguesa Holigen, anunciou...

Cânhamo3 semanas atrás

Portugal: DGAV admite que o CBD é a sua “grande dor de cabeça” e produtores reclamam utilização da planta inteira

A conferência “Cânhamo Industrial – o (Re)nascer da Fileira em Portugal” promovida pela Cânhamor e pela Consulai, que decorreu dia...

Internacional4 semanas atrás

Pensionista espanhol contorna segurança do aeroporto de Lisboa com 21 kg de canábis

Um pensionista espanhol de 63 anos foi detido em Malta, depois de aterrar no aeroporto num voo proveniente de Lisboa,...

Cânhamo4 semanas atrás

Portugal: O futuro do cânhamo industrial discute-se amanhã em Beja

  O auditório EDIA, em Beja, vai receber amanhã, dia 30 de Janeiro, a partir das 14 horas, uma ronda...