Connect with us

Cânhamo

Comissão Europeia debateu hoje o cânhamo na reforma da Política Agrícola Comum

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R. | UE

O eurodeputado português, Álvaro Amaro, disse hoje na Comissão Europeia que em Portugal existe “uma forte limitação por regulamentos do governo” em relação ao cultivo de cânhamo, algo que estará a acontecer também noutros países da Europa. Amaro falou esta manhã na Comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural, que discutiu a situação do cânhamo na reforma da Política Agrícola Comum (PAC) da União Europeia (UE) e a necessidade de harmonização da regulamentação.

O auditório Altiero Spinneli, em Bruxelas, recebeu algumas figuras representativas do cânhamo na Europa, além do Observatório Europeu das Drogas e da Toxicodependência (EMCDDA) e de vários eurodeputados para fazer um ponto de situação sobre o cânhamo na Europa. As divergências e diferenças de opinião e visão enalteceram a necessidade de clarificação legal da posição europeia relativamente a esta cultura. 

Indústria do cânhamo sofre de “fortes limitações burocráticas”
Eram 9 da manhã quando o eurodeputado alemão, Norbert Lins, presidente da Comissão AGRI, deu início à reunião, de uma hora e meia, com um foco muito específico: discutir o cânhamo e a política agrícola comum europeia. A discussão contou com algumas intervenções de participantes da indústria e especialistas. De seguida, os membros do parlamento europeu colocaram algumas questões, incentivando a comissão a intervir para harmonizar uma indústria que sofre de fortes limitações, especialmente burocráticas.

O primeiro convidado, Marco Fugazza, Director de Assuntos Económicos da Conferência sobre Comércio e Desenvolvimento das Nações Unidas (UNCTAD), discutiu de forma generalizada o cânhamo como planta polivalente, apresentando as suas propriedades, o mercado do cânhamo e as suas potencialidades.

Em seguida, foram explorados os “produtos de canábis com baixo teor de THC: uma visão geral e regulamentação” por parte de Michael Pielke, Director Interino de Sustentabilidade da DG AGRI da Comissão Europeia. Brendan Hughes, cientista principal e especialista em legislação sobre drogas do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (EMCDDA), transmitiu aos presentes algumas noções sobre o “Cultivo e processamento de cânhamo – potenciais e desafios”.

Do lado mais prático, como convidados em representação da indústria do cânhamo, estiveram Kate Carmody, agricultora e vice-presidente da Cooperativa de Cânhamo da Irlanda, que explicou a história da agricultura de cânhamo na Irlanda, seguida de Ardi Oja, co-fundador e CEO da Estonian Organic Protein, que falou sobre a história do processamento de cânhamo na Estónia.

As várias intervenções dos mais de 10 membros do Parlamento Europeu, manifestaram apoio, de forma geral, à cultura do cânhamo. Uma das principais questões abordadas foi a necessidade de harmonização da legislação europeia, de forma a permitir a utilização da planta integral, e como meio de reduzir os obstáculos e barreiras burocráticas que os participantes da indústria enfrentam.

O eurodeputado português do Partido Social Democrata (PSD), Álvaro Amaro, explicou que em Portugal existe “uma forte limitação por regulamentos do governo em relação ao cultivo desta planta”. O eurodeputado do PSD sugeriu que o governo português está a conduzir mal a promoção do cânhamo, associando-se aos outros membros do parlamento europeu no pedido à CE, para que estabeleça linhas e directrizes que garantam que este sector é incentivado e desburocratizado.

Para assistir ao debate completo aceda a este link.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Cânhamo3 horas atrás

Portugal: Estudo revela disparidades alarmantes na rotulagem do CBD, que continua proibido no país

Um estudo recente sobre os produtos de CBD em Portugal revela disparidades alarmantes entre o conteúdo de canabinóides anunciado e...

Internacional4 horas atrás

Espanha: Câmara de Barcelona encerra dezenas de clubes de canábis

A Câmara Municipal de Barcelona deu início a uma forte repressão contra os clubes de canábis da cidade, ordenando o...

Internacional2 dias atrás

Alemanha aprova o primeiro clube social de canábis após a legalização

A Ministra da Agricultura da Baixa Saxónia, Miriam Staudte, anunciou esta segunda-feira que o seu gabinete autorizou o primeiro clube...

Cânhamo4 dias atrás

Tailândia cada vez mais perto de reclassificar a canábis e o cânhamo como substâncias controladas

A Tailândia deu mais um passo decisivo no sentido de voltar a proibir a canábis no país. Na passada sexta-feira,...

Internacional1 semana atrás

Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (OEDT) passa a ser Agência da União Europeia das Drogas (EUDA)

A 2 de Julho de 2024 o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (EMCDDA) passará a ser a Agência...

Eventos2 semanas atrás

ICRS – International Cannabinoid Research Society reúne médicos e investigadores em Salamanca para o 34º Simpósio sobre Canabinoides

Se pensa que a investigação com canábis é algo recente e que inda não há estudos suficientes… pense outra vez! É...

Crónica2 semanas atrás

Terroir 101 – Uma Introdução

Este artigo inicia uma série sobre temas necessários para os que acreditam que esta planta merece ser reverenciada e elevada...

Eventos3 semanas atrás

Editora do CannaReporter®, Laura Ramos, nomeada “Jornalista do Ano” nos prémios Business of Cannabis

A indústria da canábis está prestes a reunir-se em Londres para dois dias de Cannabis Europa e uma noite de...

Comunicados de Imprensa3 semanas atrás

Cannabis Europa recebe líderes europeus e norte-americanos em Londres para capitalizar o mercado europeu da canábis

A indústria norte-americana de canábis está a criar um movimento significativo através do Atlântico, à medida que os líderes deste...

Internacional4 semanas atrás

Polícia alemã esclarece que não sugeriu consumo de canábis (em vez de álcool) aos adeptos ingleses do Euro 2024

A polícia de Gelsenkirchen, na Alemanha, foi citada numa notícia onde afirmou que as atenções estariam mais centradas nos adeptos...