Connect with us

Nacional

Legalização em Portugal pode avançar ainda este ano com consenso político

Publicado

em

Ouvir este artigo

A legalização da canábis poderá dar entrada no Parlamento Português e pode existir vontade e consenso político para que a aprovação desta regulamentação seja mais célere. Na Manifestação “Marcha pela Canábis”, participaram membros de vários partidos, do poder e oposição, e desvendaram que poderá ser em 2023 que a proposta de legalização da canábis dê entrada no parlamento.

Francisco Themudo, Secretário Nacional para os Direitos, Liberdades e Garantias da Juventude Socialista

Francisco Themudo, Secretário Nacional para os Direitos, Liberdades e Garantias da Juventude Socialista

A escadaria do edificio da Assembleia da República reuniu, depois da manifestação que rumou deste o Largo do Camões, os vários participantes da Marcha pela
Canábis, convocada pelo Movimento Associativo Mães pela Canábis. Foi num momento dedicado a intervenções que foi desvendada a possibilidade da legalização da canábis num futuro próximo em Portugal, por vários dirigentes políticos.

Segundo Francisco Themudo, Secretário Nacional para os Direitos, Liberdades e Garantias da Juventude Socialista, que se dirigiu aos presentes, fundamentou que poderá haver vontade, mas sobretudo, as condições políticas necessárias para avançar para uma regulamentação integral da canábis.

O dirigente afirmou que “fumar é um acto de liberdade, e que temos o direito de fazê-lo em segurança”, defendendo um enquadramento legal onde a planta da canábis não seja ilegal.

Rodrigo Saraiva, deputado pela Iniciativa Liberal

Fabien Figueiredo, ex-deputado pelo Bloco de Esquerda e proponente do projecto de lei para legalização do consumo pessoal em 2021

Mas se dúvidas havia, a confirmação de que, nos corredores de São Bento, a canábis é mais do que só conversa, veio por via do Deputado da Iniciativa Liberal, Rodrigo Saraiva. Aos participantes, o deputado afirmou que poderá ser mesmo em 2023 que o parlamento receba algumas propostas para discussão, “já com algum consenso prévio”.

Também Fabien Figueiredo, ex-deputado do Bloco de Esquerda, confirmou a
disponibilidade do partido para contribuir para a discussão e legalização da canábis em Portugal. O ex-deputado do Bloco havia submetido em 2021 uma proposta de legalização da canábis para uso pessoal, que caiu com o governo no final do mesmo ano.

Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional2 dias atrás

Alemanha: Bundestag votou hoje a favor da legalização da canábis, mas ainda é necessária a aprovação do Conselho Federal

O Bundestag debateu e votou esta tarde o projecto da legalização do uso pessoal de canábis no país, com 407...

Internacional3 dias atrás

Alemanha: Legalização vai ser discutida esta sexta-feira, dia 23

O Bundestag da Alemanha vai finalmente deliberar sobre a legalização da canábis para consumo pessoal no país. O debate, que tem sido...

Cânhamo5 dias atrás

Cultivo de Cânhamo nos Açores vai ter sessão de esclarecimento na Ilha Terceira

A Confraria Internacional Cannabis Portugal e a CannAzores unem esforços para promover uma Sessão de Esclarecimento sobre o Cultivo de...

Saúde1 semana atrás

CBD e CBC mostram resultados promissores no carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço

Um estudo publicado na revista Cancers descobriu que os extractos de canábis ricos em CBD (canabidiol) podem matar células cancerosas da...

Internacional1 semana atrás

Ucrânia: Zelensky assina projecto de lei para legalizar a canábis medicinal

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky assinou um projecto de lei que legaliza a canábis medicinal na Ucrânia, prevendo-se que os...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: Associação Mães pela Canábis publica e-book sobre canábis medicinal

A Associação de Mães pela Canábis (AMC) anunciou o lançamento de um e-book intitulado “Fronteiras da Cannabis: CIÊNCIA, TERAPÊUTICA &...

Corporações3 semanas atrás

Akanda assina carta de intenção para vender RPK Biopharma à Somaí. “Será uma das poucas empresas verticais de canábis da UE”, diz Michael Sassano

A Akanda Corporation, uma empresa internacional de canábis medicinal cotada na Nasdaq (AKAN) e que detém a empresa portuguesa Holigen, anunciou...

Cânhamo3 semanas atrás

Portugal: DGAV admite que o CBD é a sua “grande dor de cabeça” e produtores reclamam utilização da planta inteira

A conferência “Cânhamo Industrial – o (Re)nascer da Fileira em Portugal” promovida pela Cânhamor e pela Consulai, que decorreu dia...

Internacional4 semanas atrás

Pensionista espanhol contorna segurança do aeroporto de Lisboa com 21 kg de canábis

Um pensionista espanhol de 63 anos foi detido em Malta, depois de aterrar no aeroporto num voo proveniente de Lisboa,...

Cânhamo4 semanas atrás

Portugal: O futuro do cânhamo industrial discute-se amanhã em Beja

  O auditório EDIA, em Beja, vai receber amanhã, dia 30 de Janeiro, a partir das 14 horas, uma ronda...