Connect with us

Produtos

Testámos o “The Wand”, da Ispire e obtivemos ‘dabs’ mais seguros

Publicado

em

Ouvir este artigo
"The Wand", da Ispire - Foto: João Xabregas | Cannareporter

Recentemente, tivemos a oportunidade de testar o “The Wand” da Ispire, um aparelho para vaporização de concentrados de canábis, ou “dabbing”, na sua forma de consumo mais conhecida. O The Wand foi-nos oferecido por um representante da marca Ispire durante a conferência ICBC Barcelona 2023 e revelou ser mais seguro que os tradicionais “maçaricos” necessários para o aquecimento, além de permitir uma maior portabilidade. O teste foi realizado por João Xabregas e reflecte apenas a sua opinião sobre o “The Wand”. Veja aqui os pormenores da sua experiência.

Já há algum tempo que andava interessado em adquirir um e fiquei bastante entusiasmado por finalmente ter a oportunidade de experimentar este dispositivo portátil, que promete uma experiência de vaporização limpa e saborosa. Nesta análise, partilharei a minha opinião sobre o design, o desempenho e a qualidade geral do The Wand, bem como quaisquer inconvenientes ou limitações que encontrei durante os meus testes.

O The Wand é um aparelho para dabbing que utiliza a tecnologia de aquecimento por indução de calor, para que possas aquecer o teu banger à temperatura que definires, removendo assim os riscos de se utilizarem os tradicionais maçaricos. Nesta perspectiva, o dispositivo da Ispire elimina o perigo de te queimares, bem como diminui as hipóteses de fazeres um consumo a temperaturas demasiado elevadas, proporcionando uma forma mais segura e prazerosa de consumir extractos sob a forma de dabs.

O “kit” do The Wand inclui dois bangers de 14mm, um completamente direito e outro com uma ligeira curva, o que facilita a adaptação aos diferentes tipos de rigs que existem, duas taças de indução para os extractos, um carb cap, o cabo USB para recarregar a bateria, manual de instruções e, claro, o próprio Wand, bem como duas baterias recarregáveis para o seu uso.

Algo interessante e bem desenhado são as dab cups, que, como pode ser visto nas fotos, tem um anel interior de metal que absorve o calor produzido pelo dispositivo, estando completamente revestidas por vidro, o que garante que os extractos que sejam colocados no seu interior estarão unicamente em contacto com vidro e não o metal, permitindo ainda que sejam facilmente limpas a cada sessão de consumo, tal como normalmente se limpam os bangers.

No que toca à sua utilização, o The Wand é bastante intuitivo e simples de utilizar. Começando pela preparação do rig em si, tudo o que é preciso fazer é colocares um dos bangers que vem com o The Wand no teu rig e uma das dab cups dentro do banger. Para ligares o The Wand basta clicar 5 vezes no botão de energia e ajustar a temperatura para a que desejares, sendo que o limite vai desde os 121ºC a 426ºC (250ºF-800ºF). Para quem for mais iniciante, recomendo que se comece por volta dos 204ºC-213ºC (400ºF-415ºF), a fim de evitar alguma experiência mais desagradável, começando depois a experimentar outras temperaturas.

A seguir, basta escolher entre o aquecimento automático ou aquecimento manual, onde o automático é activado ao clicar 2 vezes no botão de energia e o manual ao ficares a pressionar o botão de energia até que atinja a temperatura estabelecida. O sinal de que aquecimento é dado por um pequeno LED na zona de aquecimento, que irá piscar enquanto o aquecimento é feito e passa a ficar aceso de forma contínua quando a temperatura programada é atingida.

Esse pequeno LED tem duas cores: uma em tons amarelados, que dão sinal que o aquecimento está a ser feito/concluído; e outra vermelha, que significa que o processo de aquecimento está activado, mas não é detectado o componente metálico que absorve o calor, servindo assim como uma forma de segurança, caso seja activado o aquecimento automático, sem riscos de queimaduras para ninguém, caso decidam enfiar os dedos na zona de aquecimento.

Após a temperatura programada ser atingida é só colocar o extracto que pretendes consumir dentro da dab cup, tapar com o dab cap e disfrutares do teu dab de uma forma segura e fácil a uma temperatura controlada.

Tal como os métodos “tradicionais” de consumo de extractos por dabbing, após o consumo do extracto é recomendável que procedas à limpeza da cup com cotonetes e álcool, de forma a remover os resíduos que fiquem no seu interior, assim como o exterior da própria cup. Para uma limpeza básica do exterior da cup convém deixar que ela arrefeça um pouco, para evitar que te queimes. E, tal como referi antes, para o processo de limpeza mais profundo, os métodos já utilizados para limpar outros tipos de parafernália de vidro (álcool isopropílico, soluções próprias de limpeza, água quente e sal, etc.) funcionam sem grandes problemas.

 

Um dos apectos que acaba por trazer alguma vantagem ao The Wand face aos já tradicionais e-nails é o facto de o The Wand acabar por ser muito mais portátil e possível de utilizar em praticamente qualquer lugar, uma vez que tendo bateria própria e recarregável dispensa o acesso a corrente eléctrica para ser utilizado. Assim, o carregamento da bateria pode ser feito com powerbanks ou simplesmente ter um par de baterias extra para qualquer desenrasque rápido.

Algo que pode causar alguma confusão a alguns é o facto de o The Wand ter apenas opção de controlo da temperatura usando graus Fahrenheit e não Celcius, o que é compreensível, visto ser um aparelho que foi inicialmente lançado nos Estados Unidos da América. No entanto, e visto que nos dias de hoje é fácil conseguir fazer a conversão das temperaturas através de qualquer busca rápida na internet, existe também o facto de que muitos artigos online dedicados a dabs e recomendações de temperaturas a usar acabam por usar o sistema americano, o que facilitará as coisas a quem for menos experiente.

De uma forma geral, e estando já há algum tempo interessado em experimentar o The Wand pessoalmente, fiquei bastante surpreendido. Primeiro pelo seu peso, que imaginei que fosse um pouco mais pesado do que realmente é, o que ajuda na parte da sua portabilidade. Obviamente, o facto de ser um aparelho simples e fácil de utilizar permite que seja uma boa opção, não só para quem procura uma forma segura de ter controlo nas temperaturas a usar, como também para quem se quer iniciar no consumo de extractos por dabbing. O The Wand tem ainda a possibilidade de ser usado quer com flor quer para aquecer os DynaVaps, embora para isso sejam necessários alguns extras que são vendidos separadamente, e que não foram aqui testados, pois não vinham incluídos no pack de oferta a que tivemos acesso.

 

Para os interessados em adquirir o “The Wand”, fizemos uma pequena compilação de lojas online na Europa onde podem comprar um.

__________________________________________________________________
If you’d like Cannareporter to test your product send us an email to info@cannareporter.eu

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Saúde2 dias atrás

Canabinóides revelam resultados promissores no tratamento do Transtorno da Personalidade Borderline

Uma investigação levada a cabo pela Khiron LifeSciences e coordenada por Guillermo Moreno Sanz sugere que os medicamentos à base de...

Internacional2 dias atrás

Caso Juicy Fields: 9 detidos pela Europol e Eurojustice. Burla ultrapassa 645 milhões de euros

Uma investigação conjunta conduzida por várias autoridades europeias, apoiadas pela Europol e pela Eurojust, culminou na detenção de nove suspeitos...

Internacional5 dias atrás

Utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante procedimentos médicos

Os utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante os procedimentos médicos para permanecerem sedados, se comparados com...

Internacional6 dias atrás

O futuro do CBD no Japão: Como as reformas legais irão moldar o mercado

No final do ano passado, o Japão deu um grande passo em direcção à reforma da canábis depois de aprovar...

Nacional7 dias atrás

Portugal: GreenBe Pharma obtém certificação EuGMP nas instalações de Elvas

A GreenBe Pharma, uma empresa de canábis medicinal localizada em Elvas, Portugal, obteve a certificação EU-GMP, ao abrigo dos regulamentos...

Nacional2 semanas atrás

Álvaro Covões, da Everything is New, compra instalações da Clever Leaves no Alentejo por 1.4 milhões de euros

Álvaro Covões, fundador e CEO da agência promotora de espectáculos ‘Everything is New‘, que organiza um dos maiores festivais de...

Eventos2 semanas atrás

ICBC regressa a Berlin a 16 e 17 de Abril

É uma das maiores e mais reconhecidas conferências de B2B sobre canábis da Europa e regressa a Berlim já nos...

Internacional2 semanas atrás

A legalização da canábis na Alemanha vista pelos olhos do hacker que criou um mapa essencial

Um hacker de Koblenz, uma cidade do estado da Renânia-Palatinado, criou um mapa com os locais onde, a partir de...

Nacional2 semanas atrás

André Ventura diz que quer “Limpar toda a canábis de Portugal”

André Ventura, o conhecido líder do partido político português de extrema-direita, Chega, disse que quer “limpar toda a canábis de...

Internacional2 semanas atrás

EUA: Kamala Harris diz que classificação actual da canábis é “absurda” e “manifestamente injusta”

A vice-presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Kamala Harris, defendeu na semana passada a desclassificação da canábis na tabela...