Connect with us

Cânhamo

Portugal: DGAV publica boletim informativo sobre o cânhamo para fins alimentares

Publicado

em

Ouvir este artigo

A Direcção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) publicou no seu website um documento que explica a utilização da canábis como alimento. O desdobrável, datado de Junho de 2023, contém várias informações relativamente aos produtos alimentares, limites de canabinóides e contactos para quem tiver questões. De acordo com a autoridade, apenas as sementes, o óleo das sementes, a farinha das sementes e as folhas podem ser utilizadas como alimentos.

O documento, intitulado “Canábis como alimento”, faz referência a vários aspectos da regulamentação do uso de canábis em alimentos, nomeadamente sobre as partes da planta que podem ser utilizadas, informação ao consumidor, rotulagem e controlo oficial.

O documento inicia-se com uma contextualização sobre a canábis, clarificando que a Convenção relativa aos estupefacientes não se aplica ao cultivo de canábis para fins industriais. Detalha ainda que algumas partes da canábis industrial podem ser utilizadas como alimento. Segundo a publicação, os alimentos cujo histórico de consumo não tiver sido demonstrado na União Europeia antes de 15 de Maio de 1997, são enquadrados como Novos Alimentos, no âmbito do Regulamento 2015/2283.

Como tal, antes da sua colocação no mercado, estes alimentos devem ser sujeitos a um processo de autorização, por forma a garantir que não serão colocados no mercado quaisquer géneros alimentícios que não sejam seguros. O documento faz referência aos aos seguintes ingredientes, obtidos da canábis, permitidos na produção de alimentos, pois têm histórico de consumo, entre eles as sementes, o óleo das sementes, a farinha das sementes, sementes parcialmente desengorduradas. O documento inclui também menção às folhas de cânhamo, para infusões e chás, cujo histórico de consumo alimentar, na EU, foi demonstrado. Apenas as variedades de Cannabis sativa L. constantes no Catálogo Comum de Variedades de Espécies de Plantas Agrícolas da UE (referido como cânhamo) podem ser utilizadas para a infusão em água das folhas de cânhamo, esclarece o documento.

Rotulagem não pode ter alegações de saúde
No mercado nacional, à semelhança do que ocorre nos outros países da UE, os alimentos que contêm ingredientes/produtos derivados da canábis são, em grande parte, suplementos alimentares, podendo ainda ser encontrados em massas alimentícias, bolachas e chocolates, entre outros, refere a publicação. A DGAV faz um alerta específico para que os produtos com ingredientes provenientes de canábis não apresentem alegações de saúde na sua rotulagem, como menções relativas a prevenção, tratamento ou cura de doenças, pois estas não são permitidas no âmbito do Regulamento 1924/2006.

Canabinóides são ‘novos alimentos não autorizados’ e THC é tóxico

As flores, folhas e extractos de qualquer parte da planta Cannabis sativa L. são novos alimentos não autorizados e como tal não podem ser colocados no mercado como alimentos nem como ingredientes alimentares. São assim novos alimentos não autorizados os extractos de Cannabis sativa L. contendo canabinóides, nomeadamente o canabidiol (CBD). Os canabinóides obtidos por síntese são também novos alimentos não autorizados.

Relativamente ao THC, o documento clarifica que, nos alimentos, a molécula é vista como um contaminante, no âmbito do Regulamento n.º 2023/915, estando definidos limites máximos de 3 mg/kg para as sementes, farinha e sementes parcialmente desengorduradas e de 7,5mg/kg para o óleo.

Leia o documento na íntegra aqui ou faça download aqui:

cannabis

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Eventos3 dias atrás

ICBC Berlim volta a brilhar. É o início de uma nova era para a indústria da canábis na Alemanha

A ICBC Berlin foi a primeira grande conferência internacional sobre canábis a ocorrer após a legalização do uso adulto na...

Internacional4 dias atrás

EUA: Produtos de Mike Tyson recolhidos por contaminação de bolor

As autoridades da Califórnia emitiram um aviso de recolha obrigatória para dois produtos da marca de canábis de Mike Tyson,...

Eventos5 dias atrás

O 4:20 está a chegar e há celebrações no Porto e em Lisboa

A data da celebração da cultura da canábis está a chegar! Este sábado, 20 de Abril, é o dia em...

Internacional1 semana atrás

Paul Bergholts, alegado líder da Juicy Fields, detido na República Dominicana

Paul Bergholts, o alegado líder do esquema em pirâmide Juicy Fields, terá sido detido na República Dominicana e será submetido a...

Saúde2 semanas atrás

Canabinóides revelam resultados promissores no tratamento do Transtorno da Personalidade Borderline

Uma investigação levada a cabo pela Khiron LifeSciences e coordenada por Guillermo Moreno Sanz sugere que os medicamentos à base de...

Internacional2 semanas atrás

Caso Juicy Fields: 9 detidos pela Europol e Eurojustice. Burla ultrapassa 645 milhões de euros

Uma investigação conjunta conduzida por várias autoridades europeias, apoiadas pela Europol e pela Eurojust, culminou na detenção de nove suspeitos...

Internacional2 semanas atrás

Utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante procedimentos médicos

Os utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante os procedimentos médicos para permanecerem sedados, se comparados com...

Internacional2 semanas atrás

O futuro do CBD no Japão: Como as reformas legais irão moldar o mercado

No final do ano passado, o Japão deu um grande passo em direcção à reforma da canábis depois de aprovar...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: GreenBe Pharma obtém certificação EuGMP nas instalações de Elvas

A GreenBe Pharma, uma empresa de canábis medicinal localizada em Elvas, Portugal, obteve a certificação EU-GMP, ao abrigo dos regulamentos...

Nacional3 semanas atrás

Álvaro Covões, da Everything is New, compra instalações da Clever Leaves no Alentejo por 1.4 milhões de euros

Álvaro Covões, fundador e CEO da agência promotora de espectáculos ‘Everything is New‘, que organiza um dos maiores festivais de...