Connect with us

Eventos

Brasil: São Paulo acolhe 1ª edição da ExpoCannabis de 15 a 17 de Setembro

Publicado

em

Ouvir este artigo

A ExpoCannabis Brasil vai chegar a São Paulo pela primeira vez nos próximos dias 15, 16 e 17 de Setembro, reunindo mais de 100 especialistas e autoridades de países como Brasil, Argentina, Estados Unidos, México, Paraguai e Uruguai. O evento decorre no Centro de Exposições ‘São Paulo Expo’ entre as 11h e as 21h, com dezenas de conferências, debates, oficinas e painéis sobre diversos temas centrados em três eixos: educação, saúde e desenvolvimento de negócios sobre a canábis. A ExpoCannabis espera receber cerca de 30.000 pessoas num espaço que albergará 140 expositores, distribuídos por 8.000 metros quadrados.

A primeira edição da feira internacional ExpoCannabis Brasil dividir-se-á em dois espaços de conferências: o Fórum Internacional e a Arena do Conhecimento. De acordo com Larissa Uchida, CEO do certame, “a ExpoCannabis Brasil não é apenas uma plataforma de educação e comunicação, que nosso país precisa, mas uma ferramenta para empresas, investidores e um espaço para o debate sobre avanços na legislação brasileira”.

No Fórum Internacional, o principal espaço de conferência da ExpoCannabis Brasil, com capacidade para 500 pessoas e com acesso gratuito aos visitantes da feira, serão apresentados, ao longo dos três dias, mesas, debates e painéis sobre ciência, tecnologia, canábis medicinal, diversidade, cânhamo, turismo, negócios, indústria, geração de emprego, estímulo ao desenvolvimento empresarial, políticas públicas e mecanismos para reparação económica e social.

Compõem a programação do Fórum Internacional investigadores de diversas áreas e especialidades médicas, científicas e farmacêuticas, como Renato Malcher (UNB), Thiago Pereira (UERJ), Priscila Mazolla (Unicamp), Claudete Oliveira (Unicamp), Alessandra Soares (Ex-diretora da Anvisa), Dra. Carolina Nocetti, especialista em canábis e alimentação, Marcela Ikeda, o engenheiro químico Ricardo Tolomelli, o agrónomo Sérgio Barbosa Rocha, Marcia Makana, as consultoras em canábis Lívia Oliveira e Vera Missen e a especialista em capacitação profissional no mercado de canábis, Luna Vargas.

Além disso, integram o programa do espaço principal de conferências representantes da sociedade civil, como Rafaela França (Espaço NEEM), Jéssica Souto (Movimentos), Juliana Gonçalves (Observatório da Branquitude), Angela Aboin (Federação das Associações de Canábis Terapêutica – FACT), Nathalia Oliveira (Co-fundadora e directora-executiva da Iniciativa Negra por uma nova política sobre drogas) além de advogados especialistas em políticas de drogas, cânhamo e outras aplicações sobre a planta, como Cristiano Maronna, Emílio Figueiredo, Joel Luiz Costa, Rodrigo Mesquita e Rafael Arcuri, da Associação Nacional do Cânhamo.

Oradores apresentam distintas realidades sobre a planta no continente

Estão confirmadas ainda as participações de Alex Machado Campos e João Paulo Perfeito, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Francisco Netto, coordenador executivo do Programa Institucional de Apoio a Pesquisas e Políticas Públicas da Fundação Oswaldo Cruz, Rodrigo Montezuma, em representação do Conselho Federal de Medicina Veterinária, dos deputados federais Luciano Ducci (PSB-PR) e Sâmia Bomfim (PSOL-SP), dos deputados estaduais Caio França (PSB-SP) e Goura Nataraj (PDT-PR) e das vereadoras Paolla Miguel (PT-Campinas), Luciana Boiteux (PSOL-RJ) e Débora Aguiar (PSOL-PE).

O evento conta também com especialistas de seis países: Argentina, Brasil, Estados Unidos, Paraguai, México e Uruguai. Alguns deles são Marcelo Demp e César Céspedes, presidente e vice-presidente da Câmara de Cânhamo Industrial do Paraguai; Lisette Hazeldine, Advogada e autora da lei que prevê o autocultivo no Paraguai; a antropóloga, PHD e escritora Polita Pepper, co-fundadora da associação Cannativa, no México, que pesquisa a produção da canábis por populações indígenas no seu país, Leandro Ayala, presidente da Confederação Canábica Argentina, entidade que reúne 300 médias e pequenas empresas no país, entre outros especialistas. Do Brasil participam especialistas de instituições federais como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Fundação Oswaldo Cruz, além de investigadores e especialistas de universidades e instituições brasileiras e de outros países.

A ExpoCannabis Brasil receberá representantes de instituições internacionais, como o presidente do IRCCA, Instituto de Regulação e Controle de Canábis, maior autoridade em canábis do país, o Dr. Daniel Rádio, Secretário Executivo da Junta Nacional de Drogas, órgão federal vinculado à presidência da República do país, Sérgio Vázquez Barrios, chefe da área de avaliação técnica e controle dos projectos de produção de cânhamo no Uruguai e representante do Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca no Conselho do Instituto de Regulação e Controle da Canábis (IRCCA), Martín Mercado, Director de Desenvolvimento Industrial da Província de Canelones no Uruguai, Luis Garrido, Director Geral de Controle, órgão de controle e fiscalização de Canelones/Uruguai; Agustín Mimbacas, especialista no Departamento de Promoção de Exportações do Uruguay XXI, a agência responsável pela promoção de exportações, investimentos e imagem do país. Da Argentina estão confirmadas as participações de representantes do Ministério da Economia e da Saúde, respectivamente o presidente e o vice-presidente da ARICCAME, Agência Reguladora do Cânhamo e da Cannabis Medicinal no país, o presidente da agência federal Francisco Echarren e o vice-presidente, Dr. Marcelo Morante.

Instituições e universidades apresentam debates, conferências e painéis no Fórum Internacional

No primeiro dia de evento farão parte da programação do Fórum Internacional, a cofundadora da ExpoCannabis Uruguai, Mercedes Ponce de León, Larissa Uchida, CEO da ExpoCannabis Brasil e especialista em Cânhamo, Mike Bifari, um dos responsáveis pela primeira colheita de cânhamo para fins alimentares na Patagônia Argentina. A médica e pesquisadora científica uruguaia Raquel Peyraube, presidente da Sociedade Interdisciplinar Latino-Americana de Cannabinologia, parte do Comitê Executivo da International Alliance for Cannabinoid Medicines (IACM) e de associações científicas internacionais, como a International Society for Cannabinoid Research (ICRS) apresentará uma conferência científica sobre as Implicações terapêuticas das ações dos canabinóides em doenças neurodegenerativas: Perspectiva clínica Esclerose Múltipla, Doença de Parkinson, Doença de Alzheimer.

Se apresentam ainda os acadêmicos Renato Filev (Unifesp), Erik Amazonas (UFSC) e Derly José Henriques da Silva (UFV), que apresentarão conferências respectivamente sobre o sistema endocanabinóide, o uso veterinário da planta e sobre como o cultivo de cânhamo pode causar um impacto positivo sobre o clima. A sexta-feira, 15 de setembro, dia de abertura da feira internacional, receberá ainda mesas sobre a importância diversidade na indústria cannábica brasileira e sobre o acesso popular à cannabis, com a participação de políticos, médicos, representantes de associações, da Anvisa e da Fiocruz.

Já o sábado, 16 de setembro, terá uma conferência sobre tecnologia e cultivo, com o brasileiro radicado no Uruguai, Ricardo Tolomelli. A programação trará ainda debates sobre o potencial do cânhamo para o continente, desenvolvimento de negócios sobre cannabis e cânhamo na Argentina, acesso à cannabis terapêutica e seus derivados e perspectivas sobre a cannabis na América Latina, que receberá representantes brasileiros e de países como Argentina, Paraguai e Uruguai.

No domingo, 17 de setembro, o Fórum Internacional da ExpoCannabis Brasil receberá apresentações sobre o turismo canábico no mundo, o acesso a produtos veterinários, o uso internacional da canábis como alimento e a ciência no uso da canábis medicinal. Além disso, serão apresentados painéis sobre negócios no Uruguai e Paraguai. A encerrar a programação do terceiro dia no Fórum Internacional, haverá uma conferência sobre o uso tradicional da canábis com a professora Mayara de Queiroz, contando os caminhos da planta da África até ao Brasil, uma palestra do juiz federal Luís Carlos Valois e uma mesa sobre reparação económica e social através da planta. Todo este conteúdo será transmitido via streaming no YouTube, Vimeo, Twitch e estará disponível após o evento.

Arena do Conhecimento facilita oficinas sobre negócios, saúde, ciência e cultivo

No espaço da Arena do Conhecimento, com capacidade para 150 pessoas e com entrada gratuita para os visitantes da feira, serão apresentadas oficinas por associações de todo o Brasil, com temáticas como solo, extracção, doseamento e como montar sua associação de canábis, uso do cânhamo como papel e para construção entre outras actividades práticas que terão a participação do público.

O espaço receberá ainda rodas de conversa sobre comunicação e canábis com Manuela Borges, Gregório Ventura, Dave Coutinho e Gustavo Maia, literatura canábica com a participação do autor e cartoonista Daniel Paiva, canábis medicinal, com Renata Monteiro, Gabriela Dainese e Cristina Segatto, personalidades que apoiam a canábis, com a participação confirmada do actor Ricardo Petraglia e uma roda feminista anti-proibicionista, que terá entre outros nomes a participação de Fran Silva e Fani Santos (Renfa), Driele Amunã (CNDH) e Letícia Laranjeira (PsicoCannabis).

Os bilhetes e a programação completa estão disponíveis em www.expocannabisbrasil.com.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Licenciada em Jornalismo pela Universidade de Coimbra, Laura Ramos tem uma pós-graduação em Fotografia e é Jornalista desde 1998. Foi correspondente do Jornal de Notícias em Roma, Itália, e Assessora de Imprensa no Gabinete da Ministra da Educação. Tem uma certificação internacional em Permacultura (PDC) e criou o arquivo fotográfico de street-art “O que diz Lisboa?” @saywhatlisbon. Laura é actualmente Editora do CannaReporter e da CannaZine, além de fundadora e directora de programa da PTMC - Portugal Medical Cannabis. Realizou o documentário “Pacientes” e integrou o steering group da primeira Pós-Graduação em GxP’s para Canábis Medicinal em Portugal, em parceria com o Laboratório Militar e a Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa.

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Cânhamo17 horas atrás

Itália: Alteração que queria proibir canábis light foi arquivada

A alteração que o governo de Giorgia Meloni queria fazer na lei da canábis em Itália e que pretendia proibir...

Cânhamo19 horas atrás

A confusão do cânhamo em Portugal: ASAE apreende CBD na Kings Yard, mas deixa flores por serem para “coleccionismo”

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu cerca de 845 produtos numa loja da Kings Yard, que “apresentavam na sua...

Cânhamo4 dias atrás

Portugal: Estudo revela disparidades alarmantes na rotulagem do CBD, que continua proibido no país

Um estudo recente sobre os produtos de CBD em Portugal revela disparidades alarmantes entre o conteúdo de canabinóides anunciado e...

Internacional4 dias atrás

Espanha: Câmara de Barcelona encerra dezenas de clubes de canábis

A Câmara Municipal de Barcelona deu início a uma forte repressão contra os clubes de canábis da cidade, ordenando o...

Internacional6 dias atrás

Alemanha aprova o primeiro clube social de canábis após a legalização

A Ministra da Agricultura da Baixa Saxónia, Miriam Staudte, anunciou esta segunda-feira que o seu gabinete autorizou o primeiro clube...

Cânhamo1 semana atrás

Tailândia cada vez mais perto de reclassificar a canábis e o cânhamo como substâncias controladas

A Tailândia deu mais um passo decisivo no sentido de voltar a proibir a canábis no país. Na passada sexta-feira,...

Internacional2 semanas atrás

Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (OEDT) passa a ser Agência da União Europeia das Drogas (EUDA)

A 2 de Julho de 2024 o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (EMCDDA) passará a ser a Agência...

Eventos3 semanas atrás

ICRS – International Cannabinoid Research Society reúne médicos e investigadores em Salamanca para o 34º Simpósio sobre Canabinoides

Se pensa que a investigação com canábis é algo recente e que inda não há estudos suficientes… pense outra vez! É...

Crónica3 semanas atrás

Terroir 101 – Uma Introdução

Este artigo inicia uma série sobre temas necessários para os que acreditam que esta planta merece ser reverenciada e elevada...

Eventos3 semanas atrás

Editora do CannaReporter®, Laura Ramos, nomeada “Jornalista do Ano” nos prémios Business of Cannabis

A indústria da canábis está prestes a reunir-se em Londres para dois dias de Cannabis Europa e uma noite de...