Connect with us

Investigação

CBG: um biomarcador promissor para detectar o consumo recente de canábis

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R.

Um estudo inovador publicado na revista Clinical Toxicology revelou uma abordagem inovadora no domínio da detecção de canábis: a utilização do Cannabigerol (CBG) como biomarcador para identificar o consumo recente de canábis. Ao contrário de outros canabinóides, o CBG, um canabinóide menor, surge como um indicador eficaz do consumo recente de canábis. Esta descoberta poderá ajudar a esclarecer investigações forenses e perceber se houve utilização recente de canábis em cenários como acidentes de viação ou incidentes no local de trabalho, onde a detecção da intoxicação por canábis pode ser crucial.

Numa investigação abrangente conduzida pela Denver Health e pela Universidade do Colorado, participaram 56 indivíduos, dos quais 32 eram consumidores diários de canábis e 24 eram consumidores ocasionais. Cada participante consumiu canábis como faria normalmente, tendo sido recolhidas amostras de sangue imediatamente antes e 30 minutos após o consumo. Os resultados foram surpreendentes: o CBG foi detectado em 28 participantes depois de fumarem, enfatizando o seu potencial como indicador do consumo recente de canábis.

CBG vs. THC: A distinção crucial

A importância reside nas características únicas do CBG. Ao contrário do THC, o principal composto psicoativo da canábis, o CBG dissipa-se rapidamente da corrente sanguínea. Esta presença fugaz faz do CBG um marcador ideal para o consumo recente de canábis, especialmente em cenários como acidentes de viação ou incidentes no local de trabalho, onde a detecção da intoxicação por canábis activa é crucial.

Precisão do CBG como biomarcador

O estudo estabeleceu que uma concentração de CBG no sangue total igual ou superior a 0,2 miligramas por litro (mg/L) apresentava 96% de especificidade, 50% de sensibilidade e 73% de precisão na identificação do consumo de canábis nos últimos 30 minutos. Embora o CBG se revele altamente específico, mas menos sensível, serve como um complemento valioso para outros canabinóides no sangue em investigações forenses.

Desafios e perspectivas futuras: Para além do THC

No entanto, subsistem desafios a estas descobertas. O estudo não mediu a quantidade exacta de CBG presente na canábis consumida, o que limita as correlações precisas. Além disso, o período de tempo para a recolha de amostras de sangue pode não corresponder a situações forenses da vida real e os efeitos da canábis podem ainda variar muito de pessoa para pessoa. No entanto, a investigação em curso explora os comportamentos de diversos canabinóides no corpo após o consumo de canábis, abrindo caminho para uma compreensão mais abrangente da detecção de canábis.

Ao contrário da detecção do álcool, a intoxicação por canábis coloca desafios complexos. O THC, que permanece no corpo durante semanas após a utilização, complica a detecção exacta. Os investigadores do estudo estão a pesquisar activamente a farmacocinética de vários canabinóides após a inalação, com o objectivo de identificar biomarcadores adicionais para o consumo de canábis. Além disso, à medida que o mercado de produtos de CBD de largo espectro se expande, torna-se imperativo considerar o seu impacto nos níveis de canabinóides no sangue, o que aumenta a complexidade dos métodos de detecção do consumo de canábis.

Em conclusão, este estudo pioneiro ilumina o caminho para um sistema de detecção de canábis mais matizado e preciso. Com o aparecimento do CBG como um biomarcador promissor, o futuro da detecção do consumo recente de canábis é mais claro do que nunca, prometendo estradas e locais de trabalho mais seguros para todos.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Comunicados de Imprensa4 dias atrás

Cannabis Europa recebe líderes europeus e norte-americanos em Londres para capitalizar o mercado europeu da canábis

A indústria norte-americana de canábis está a criar um movimento significativo através do Atlântico, à medida que os líderes deste...

Internacional1 semana atrás

Polícia alemã esclarece que não sugeriu consumo de canábis (em vez de álcool) aos adeptos ingleses do Euro 2024

A polícia de Gelsenkirchen, na Alemanha, foi citada numa notícia onde afirmou que as atenções estariam mais centradas nos adeptos...

Eventos1 semana atrás

Substâncias sintéticas ameaçam enorme sucesso da Mary Jane Berlin

Era expectável que esta edição da Mary Jane Berlin fosse a maior concentração de sempre da comunidade da canábis na...

Nacional1 semana atrás

ICAD promove inquérito europeu sobre consumo de drogas em Portugal

O Instituto para os Comportamentos Aditivos e as Dependências (ICAD) iniciou a 4ª edição do European Web Survey on Drugs...

Eventos2 semanas atrás

Maren Krings, autora do livro “H is for Hemp”, apresenta documentário sobre a Ucrânia hoje, em Lisboa

Maren Krings, fotojornalista e autora do livro “H is for Hemp” está hoje em Lisboa para apresentar o seu novo...

Internacional2 semanas atrás

EUA: Pediatra Bonni Goldstein lança petição contra a proibição de medicamentos de CBD natural na Califórnia

A pediatra norte-americana Bonni Goldstein está a alertar para a tentativa de proibição de medicamentos derivados de CBD natural na...

Internacional2 semanas atrás

Europa tem quase 23 milhões de utilizadores de canábis, a mais consumida de todas as substâncias ilícitas

A canábis continua a ser, de longe, a substância ilícita mais consumida na Europa. Estas são as conclusões do “Relatório...

Eventos2 semanas atrás

Mary Jane celebra a cultura da canábis legal pela primeira vez na Alemanha

É já no próximo fim-de-semana, de 14  16 de Junho, que se realiza a já habitual Mary Jane, na Messe...

Eventos3 semanas atrás

CB Club reúne profissionais da canábis antecipando a Mary Jane, em Berlim

A antecipar a CB Expo (Cannabis Business Expo and Conference), que acontecerá em Dortmund, em Setembro, a CB Company vai...

Reportagem3 semanas atrás

África do Sul: a legalização de uma indústria que já prospera

Nas semanas que antecederam as eleições para Assembleia Geral na África do Sul, na passada quarta-feira, 29 de Maio, havia...