Connect with us

Internacional

Alemanha: Bundestag iniciou discussão sobre o projecto de lei para legalizar a canábis

Publicado

em

Ouvir este artigo

Depois de um primeiro adiamento, o parlamento alemão (ou Bundestag), iniciou a discussão sobre o projecto de lei que visa a legalização da canábis em todo o país na passada quarta-feira, dia 18 de Outubro. Este debate fundamental, liderado pelo Ministro da Saúde Karl Lauterbach, procura resolver os fracassos da actual proibição da canábis e dar um passo significativo no sentido de reformular a lei da canábis na Alemanha. Leia aqui os principais destaques do debate.

Durante um debate de 45 minutos, Carmen Wegge, deputada do Partido Social Democrata (SPD), sublinhou a urgência da mudança. Argumentou que a situação actual, em que prevalece a canábis ilegal, é inaceitável. Não só o mercado não regulamentado é um terreno fértil para o crime organizado, como também coloca os jovens em risco. A canábis ilegal carece frequentemente de controlo de qualidade, o que conduz a potenciais riscos para a saúde.

Um caminho para o progresso

Wegge, juntamente com outras vozes progressistas no Bundestag, apoia o novo projecto de lei como um caminho a seguir. Expressou a necessidade de um percurso corajoso, que esteja ao lado dos consumidores, enfatizando uma mudança da opressão estatal para uma política que educa e concede liberdade. Esta nova abordagem prevê a legalização da canábis para adultos, permitindo-lhes possuir e cultivar um número limitado de plantas para uso pessoal. Além disso, o projecto de lei propõe a criação de clubes sociais para a distribuição de canábis, garantindo um acesso mais seguro aos consumidores responsáveis.

Abordar as preocupações e fazer avançar o processo

Reconhecendo a natureza emocional do tema, deputados como Kristine Lütke, do Partido Democrático Livre (FDP), sublinharam a importância de se centrar nos factos. Lütke destacou algumas medidas essenciais do projecto de lei, como a necessidade de manter uma distância mínima entre as instalações de cultivo e áreas sensíveis, como escolas públicas. Embora o actual projecto de lei não seja definitivo, existe optimismo quanto à possibilidade de serem introduzidos novos ajustes durante o processo legislativo.

Contrariar a oposição

Apesar da dinâmica progressista, os partidos da oposição têm manifestado preocupações. A União (CDU/CSU) manifestou a sua preocupação com o aumento do consumo de canábis e apela a uma maior prevenção e educação. Em resposta, o Ministro da Saúde, Lauterbach, salientou o aumento do consumo de canábis entre os jovens adultos, mesmo sob a actual proibição penal. A legalização da canábis, argumentou, proporcionaria alternativas mais seguras e regulamentadas, indo ao encontro das preocupações levantadas pela oposição.

Um futuro mais seguro

Membros como Kirsten Kappert-Gonther, do Partido Verde, sublinharam que a proibição agrava os perigos associados à canábis. Os vendedores ilegais não fornecem informações sobre a qualidade ou a potência do produto, tornando o consumo mais arriscado. A legalização, por outro lado, garante o controlo de qualidade e restringe o acesso a adultos através da exigência de verificação de identidade. Ao oferecer alternativas legais, a Alemanha pretende substituir o próspero mercado ilegal por opções seguras e regulamentadas para um consumo responsável.

O caminho a seguir

À medida que a legislação for avançando, passará à fase de discussão em comissão para ser analisada em profundidade. A Comissão de Saúde deverá avaliar a proposta a 6 de novembro, onde os peritos fornecerão informações valiosas. Posteriormente, o projecto de lei será submetido a uma segunda e última leitura a 16 de novembro, marcando um momento crucial na evolução da política de drogas da Alemanha.

A jornada da Alemanha em direcção à legalização da canábis significa uma mudança ousada para políticas de drogas progressivas. Ao dar prioridade à educação, segurança e consumo responsável, a nação pretende criar um futuro mais seguro para os seus cidadãos. Este passo não só se alinha com a reputação da Alemanha em termos de políticas progressistas, como também constitui um exemplo a seguir por outros países.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

+ posts
Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Eventos1 semana atrás

CannaTrade regressa a Zurique de 24 a 26 de Maio

A CannaTrade – Feira e Festival Internacional do Cânhamo de Zurique atinge em 2024 a maioridade, celebrando a sua 18ª...

Comunicados de Imprensa2 semanas atrás

Grupo SOMAÍ e a sua subsidiária RPK Biopharma ampliam parceria com Cookies para incluir Europa e Reino Unido

LISBOA, PORTUGAL, 16 de maio de 2024 /EINPresswire.com/ — O Grupo SOMAÍ (“SOMAÍ”) e a sua subsidiária, RPK Biopharma expandiram...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: Consumo estimado de CBD aumenta, apesar da proibição

O relatório “Cannabis in Portugal”, realizado pela Euromonitor International, divulgou os dados mais recentes sobre a indústria da canábis, os...

Nacional2 semanas atrás

“Canábis. Maldita e Maravilhosa”, de Margarita Cardoso de Meneses, chega às livrarias a 16 de Maio

Margarita Cardoso de Meneses, colaboradora do CannaReporter®, acaba de publicar o livro “Canábis. Maldita e Maravilhosa”, editado pela Oficina do...

Comunicados de Imprensa3 semanas atrás

Montemor-o-Velho: Detido por cultivo de canábis

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento Territorial de Montemor-o-Velho, hoje, dia 9...

Eventos3 semanas atrás

PTMC – Portugal Medical Cannabis reúne indústria da canábis medicinal a 22 de Maio, em Lisboa

A PTMC – Portugal Medical Cannabis vai reunir os profissionais da indústria da canábis medicinal no próximo dia 22 de...

Corporações3 semanas atrás

EUA: MedMen declara falência com 400 milhões de dólares de dívidas

A gigante norte-americana da canábis MedMen entrou em colapso sob o peso da sua dívida, anunciando na semana passada que...

Notícias3 semanas atrás

Estudo revela que legalização da canábis não aumenta consumo de outras substâncias

Um dos argumentos mais usados contra a legalização da canábis para uso adulto ou recreativo tem sido a ideia de...

Cânhamo3 semanas atrás

Letónia: Hemp School, da Obelisk Farm, é finalista do Prémio EFT Green Skills 2024

A Obelisk Farm continua a ser reconhecida mundo fora pela sua abordagem sui generais à exploração do cânhamo industrial. O projecto familiar, que...

Eventos3 semanas atrás

EUA: CannMed 24 Innovation & Investment Summit regressa a Marco Island, na Florida, de 12 a 15 de Maio

É uma das mais importantes conferências científicas sobre a indústria da canábis medicinal e regressa a Marco Island, na Florida,...