Connect with us

Internacional

França: Projecto de canábis para uso medicinal vai continuar, mas alargamento a todo o país continua incerto

Publicado

em

Ouvir este artigo

O Ministro da Saúde francês, Aurélien Rousseau, confirmou que o projeto experimental de canábis para fins medicinais vai continuar, proporcionando assim algum alívio aos seus 2.540 pacientes. No entanto, o ministro não se comprometeu com uma implementação generalizada da canábis medicinal em França este ano.

Durante a sessão da Comissão dos Assuntos Sociais da Assembleia Nacional, o Ministro Rousseau foi questionado sobre o assunto pelo secretário da Assembleia. Isto aconteceu pouco depois de o governo ter publicado o seu Projecto de Lei de Financiamento da Segurança Social (PLFSS) para 2024, que define as dotações orçamentais do Estado para o ano seguinte. Infelizmente, o PLFSS não atribuiu um orçamento para a experiência em curso com canábis para fins medicinais nem sugeriu um lançamento mais alargado.

Rousseau reconheceu que a experiência tinha produzido resultados clínicos que indicavam benefícios para os doentes. No entanto, citou a falta de autorização de comercialização europeia como a razão para não se comprometer com um programa completo de canábis medicinal. Espera que esta autorização esteja pronta em 2025.

Se a autorização europeia de comercialização não for concedida até 2025, Rousseau sugeriu que o governo poderá implementar um esquema de “uso compassivo”, permitindo que os pacientes tenham acesso a certos medicamentos ainda em desenvolvimento. Confirmou a intenção do governo de apresentar uma alteração para garantir o acesso contínuo dos beneficiários da experiência com um estatuto adaptado.

Ainda não é claro o que este estatuto adaptado implicará, mas parece indicar que a experiência, inicialmente prevista para terminar em Março de 2024, poderá continuar.

Uma declaração colectiva, publicada no Libération, a 10 de Outubro, foi assinada por várias pessoas, incluindo deputados da comissão e profissionais de saúde envolvidos na experiência. Apelaram à implementação oficial da canábis para fins medicinais em França a partir do próximo ano, argumentando que se trata de uma “necessidade ética e clínica” para os doentes, especialmente os que sofrem de doenças como o cancro, a epilepsia, a esclerose múltipla e a dor crónica. Sublinharam ainda que não proporcionar o acesso geral à canábis para fins medicinais em 2024 seria uma traição aos que dela necessitam.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

+ posts
Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Eventos1 semana atrás

CannaTrade regressa a Zurique de 24 a 26 de Maio

A CannaTrade – Feira e Festival Internacional do Cânhamo de Zurique atinge em 2024 a maioridade, celebrando a sua 18ª...

Comunicados de Imprensa1 semana atrás

Grupo SOMAÍ e a sua subsidiária RPK Biopharma ampliam parceria com Cookies para incluir Europa e Reino Unido

LISBOA, PORTUGAL, 16 de maio de 2024 /EINPresswire.com/ — O Grupo SOMAÍ (“SOMAÍ”) e a sua subsidiária, RPK Biopharma expandiram...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: Consumo estimado de CBD aumenta, apesar da proibição

O relatório “Cannabis in Portugal”, realizado pela Euromonitor International, divulgou os dados mais recentes sobre a indústria da canábis, os...

Nacional2 semanas atrás

“Canábis. Maldita e Maravilhosa”, de Margarita Cardoso de Meneses, chega às livrarias a 16 de Maio

Margarita Cardoso de Meneses, colaboradora do CannaReporter®, acaba de publicar o livro “Canábis. Maldita e Maravilhosa”, editado pela Oficina do...

Comunicados de Imprensa3 semanas atrás

Montemor-o-Velho: Detido por cultivo de canábis

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento Territorial de Montemor-o-Velho, hoje, dia 9...

Eventos3 semanas atrás

PTMC – Portugal Medical Cannabis reúne indústria da canábis medicinal a 22 de Maio, em Lisboa

A PTMC – Portugal Medical Cannabis vai reunir os profissionais da indústria da canábis medicinal no próximo dia 22 de...

Corporações3 semanas atrás

EUA: MedMen declara falência com 400 milhões de dólares de dívidas

A gigante norte-americana da canábis MedMen entrou em colapso sob o peso da sua dívida, anunciando na semana passada que...

Notícias3 semanas atrás

Estudo revela que legalização da canábis não aumenta consumo de outras substâncias

Um dos argumentos mais usados contra a legalização da canábis para uso adulto ou recreativo tem sido a ideia de...

Cânhamo3 semanas atrás

Letónia: Hemp School, da Obelisk Farm, é finalista do Prémio EFT Green Skills 2024

A Obelisk Farm continua a ser reconhecida mundo fora pela sua abordagem sui generais à exploração do cânhamo industrial. O projecto familiar, que...

Eventos3 semanas atrás

EUA: CannMed 24 Innovation & Investment Summit regressa a Marco Island, na Florida, de 12 a 15 de Maio

É uma das mais importantes conferências científicas sobre a indústria da canábis medicinal e regressa a Marco Island, na Florida,...