Connect with us

Internacional

Ucrânia: Canábis para fins medicinais cada vez mais próxima da assinatura de Zelensky

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: D.R. | lightfieldstudios/123rf.com

Depois de ter sido submetida a uma análise rigorosa, a proposta de lei para a regulamentação da canábis medicinal na Ucrânia ultrapassou com êxito um obstáculo legislativo fundamental, avançando agora através das deliberações do comité. Se tudo correr como o esperado, segue-se a aprovação final na legislatura unicameral da Ucrânia, a Verkhovna Rada, antes de ser assinada pelo Presidente Volodymyr Zelensky.

O projecto de lei proposto visa estabelecer um programa nacional abrangente de canábis para fins medicinais, oferecendo um vislumbre de esperança aos pacientes que lutam contra doenças debilitantes como o cancro e a perturbação de stress pós-traumático (PTSD), resultante do recente conflito no país. Esta iniciativa de reforma progressiva sublinha o empenho da Ucrânia em fornecer soluções holísticas no domínio dos cuidados de saúde, especialmente na sequência das violentas consequências da invasão russa.

A deputada ucraniana Olga Stefanyshyna, uma acérrima defensora desta legislação, revelou que um conjunto impressionante de quase 1000 alterações foi meticulosamente analisado antes de a comissão chegar a um consenso. O objectivo era simples: acelerar a entrega de medicamentos vitais aos doentes. Stefanyshyna partilhou o seu otimismo, afirmando: “Fizemos tudo o que estava ao nosso alcance para garantir que os doentes pudessem ter acesso aos seus medicamentos rapidamente. A canábis medicinal está prestes a tornar-se parte da história da Ucrânia. Esperamos ansiosamente que a segunda leitura seja bem-sucedida”.

Cuidados de saúde diversificados: além do cancro e do PTSD

Embora o texto inicial da proposta de lei definisse especificamente o cancro e a perturbação pós-traumática induzida pela guerra como condições de elegibilidade, o deputado Mykhailo Radutskyi salientou uma perspetiva mais ampla. Reconheceu os apelos diários de doentes que lutam contra várias doenças, incluindo a doença de Alzheimer e a epilepsia. Radutskyi salientou a necessidade urgente de preparações de canábis medicinal, revelando que mais de dois milhões de ucranianos necessitam urgentemente destes tratamentos. No pós-guerra, prevê-se que este número aumente significativamente, em especial entre os defensores feridos que sofrem de stress pós-traumático.

O apoio do presidente Zelensky à canábis

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky tem sido um defensor declarado da legalização da canábis medicinal. O seu apelo apaixonado ao parlamento ecoou o apelo global para políticas de saúde compassivas. Zelensky sublinhou a importância de implementar as melhores práticas do mundo, salientando que os ucranianos não devem suportar desnecessariamente a dor, o stress e o trauma da guerra. Sublinhou a importância de uma legalização justa, associada a uma investigação científica rigorosa e a uma produção ucraniana controlada, que garanta a disponibilidade de medicamentos à base de canábis para quem deles necessita.

Mudança de paradigma: políticas contrastantes com a Rússia

Esta posição progressista da Ucrânia em relação à canábis para fins medicinais contrasta fortemente  com o seu adversário de longa data, a Rússia. Enquanto a Ucrânia é pioneira na reforma da política sobre a canábis, a Rússia tem-se oposto firmemente às mudanças na política global sobre a canábis, chegando mesmo a condenar países como o Canadá pelos seus esforços de legalização a nível nacional.

Em conclusão, os passos dados pela Ucrânia no sentido da legalização da canábis para fins medicinais reflectem um compromisso compassivo com o bem-estar dos seus cidadãos. Esta legislação histórica não só significa um triunfo sobre os desafios legislativos, como também representa um passo transformador em direção a um sistema de saúde mais compassivo e inclusivo. Enquanto a nação aguarda ansiosamente a aprovação final, a perspectiva da canábis para fins medicinais acessível e regulamentada oferece esperança a inúmeras pessoas que lutam contra condições debilitantes, dando início a uma nova era de cura e compaixão.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

+ posts
Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Eventos1 semana atrás

CannaTrade regressa a Zurique de 24 a 26 de Maio

A CannaTrade – Feira e Festival Internacional do Cânhamo de Zurique atinge em 2024 a maioridade, celebrando a sua 18ª...

Comunicados de Imprensa1 semana atrás

Grupo SOMAÍ e a sua subsidiária RPK Biopharma ampliam parceria com Cookies para incluir Europa e Reino Unido

LISBOA, PORTUGAL, 16 de maio de 2024 /EINPresswire.com/ — O Grupo SOMAÍ (“SOMAÍ”) e a sua subsidiária, RPK Biopharma expandiram...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: Consumo estimado de CBD aumenta, apesar da proibição

O relatório “Cannabis in Portugal”, realizado pela Euromonitor International, divulgou os dados mais recentes sobre a indústria da canábis, os...

Nacional2 semanas atrás

“Canábis. Maldita e Maravilhosa”, de Margarita Cardoso de Meneses, chega às livrarias a 16 de Maio

Margarita Cardoso de Meneses, colaboradora do CannaReporter®, acaba de publicar o livro “Canábis. Maldita e Maravilhosa”, editado pela Oficina do...

Comunicados de Imprensa3 semanas atrás

Montemor-o-Velho: Detido por cultivo de canábis

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento Territorial de Montemor-o-Velho, hoje, dia 9...

Eventos3 semanas atrás

PTMC – Portugal Medical Cannabis reúne indústria da canábis medicinal a 22 de Maio, em Lisboa

A PTMC – Portugal Medical Cannabis vai reunir os profissionais da indústria da canábis medicinal no próximo dia 22 de...

Corporações3 semanas atrás

EUA: MedMen declara falência com 400 milhões de dólares de dívidas

A gigante norte-americana da canábis MedMen entrou em colapso sob o peso da sua dívida, anunciando na semana passada que...

Notícias3 semanas atrás

Estudo revela que legalização da canábis não aumenta consumo de outras substâncias

Um dos argumentos mais usados contra a legalização da canábis para uso adulto ou recreativo tem sido a ideia de...

Cânhamo3 semanas atrás

Letónia: Hemp School, da Obelisk Farm, é finalista do Prémio EFT Green Skills 2024

A Obelisk Farm continua a ser reconhecida mundo fora pela sua abordagem sui generais à exploração do cânhamo industrial. O projecto familiar, que...

Eventos3 semanas atrás

EUA: CannMed 24 Innovation & Investment Summit regressa a Marco Island, na Florida, de 12 a 15 de Maio

É uma das mais importantes conferências científicas sobre a indústria da canábis medicinal e regressa a Marco Island, na Florida,...