Connect with us

Internacional

Itália: Investigadores encontram evidências do uso de canábis no século XVII, em Milão

Publicado

em

Ouvir este artigo

Descobertas arqueotoxicológicas revelaram que existiu contacto com canábis na Europa do século XVII. Análises em ossos de pacientes do hospital Ca’ Granda, em Milão, apontam para a exposição à planta, o que desafia as concepções históricas e destaca a arqueotoxicologia como uma nova disciplina emergente da arqueologia.

O estudo científico sobre a existência de canábis no século XVII, na cidade de Milão, vai ser publicado na edição de Dezembro do Journal of Archaeological Science. A investigação, intitulada “Análises Toxicológicas Forenses revelam o uso de canábis em Milão (Itália) nos anos 1600 (Tradução livre do original “Forensic toxicological analyses reveal the use of cannabis in Milano (Italy) in the 1600’s”), passou a pente fino as análises toxicológicas de amostras ósseas de pacientes falecidos do hospital Ca’ Granda, um dos mais importantes da Europa na época.

Os cientistas empregaram técnicas avançadas, utilizando a Extracção em Fase Sólida e o Espectrómetro de Massa Triplo-Quadrupolo Thermo Scientific™ TSQ Fortis™ II. Os resultados foram surpreendentes, por revelarem a presença de dois canabinóides — o Delta-9-tetrahydrocannabinol (THC) e o cannabidiol (CBD) — da planta de canábis em duas das nove amostras de ossos (fémur) analisadas, correspondendo a 22% do total.

O estudo desvenda não apenas a existência da canábis entre a população italiana do século XVII, mas também sugere fortemente que a sua utilização estava mais associada ao lazer do que a fins medicinais. Isto porque, segundo o artigo, a documentação relacionada à farmacopeia utilizada no tratamento de pacientes no hospital Ca’ Granda não incluía a canábis, o que é um indício de que a planta não era administrada como tratamento médico no hospital naquela época.

Os investigadores formulam assim a hipótese de que os indivíduos investigados consumiam canábis como uma substância recreativa. No entanto, reconhecem a possibilidade de outras fontes de exposição, como a auto-medicação, a administração por médicos fora do hospital Ca’ Granda, a exposição ocupacional e involuntária.

Este estudo fornece a primeira evidência física do uso de canábis na Idade Moderna, não apenas na Itália, mas em toda a Europa. As análises toxicológicas abrem uma nova janela para os hábitos da população milanesa do século XVII, evidenciando uma exposição à planta com finalidades recreativas. Esta descoberta não enriquece apenas o nosso conhecimento histórico, mas estabelece igualmente a arqueotoxicologia como uma nova disciplina científica, promissora e emergente, capaz de desvendar segredos enterrados no passado.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

+ posts

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Eventos1 semana atrás

CannaTrade regressa a Zurique de 24 a 26 de Maio

A CannaTrade – Feira e Festival Internacional do Cânhamo de Zurique atinge em 2024 a maioridade, celebrando a sua 18ª...

Comunicados de Imprensa2 semanas atrás

Grupo SOMAÍ e a sua subsidiária RPK Biopharma ampliam parceria com Cookies para incluir Europa e Reino Unido

LISBOA, PORTUGAL, 16 de maio de 2024 /EINPresswire.com/ — O Grupo SOMAÍ (“SOMAÍ”) e a sua subsidiária, RPK Biopharma expandiram...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: Consumo estimado de CBD aumenta, apesar da proibição

O relatório “Cannabis in Portugal”, realizado pela Euromonitor International, divulgou os dados mais recentes sobre a indústria da canábis, os...

Nacional2 semanas atrás

“Canábis. Maldita e Maravilhosa”, de Margarita Cardoso de Meneses, chega às livrarias a 16 de Maio

Margarita Cardoso de Meneses, colaboradora do CannaReporter®, acaba de publicar o livro “Canábis. Maldita e Maravilhosa”, editado pela Oficina do...

Comunicados de Imprensa3 semanas atrás

Montemor-o-Velho: Detido por cultivo de canábis

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento Territorial de Montemor-o-Velho, hoje, dia 9...

Eventos3 semanas atrás

PTMC – Portugal Medical Cannabis reúne indústria da canábis medicinal a 22 de Maio, em Lisboa

A PTMC – Portugal Medical Cannabis vai reunir os profissionais da indústria da canábis medicinal no próximo dia 22 de...

Corporações3 semanas atrás

EUA: MedMen declara falência com 400 milhões de dólares de dívidas

A gigante norte-americana da canábis MedMen entrou em colapso sob o peso da sua dívida, anunciando na semana passada que...

Notícias3 semanas atrás

Estudo revela que legalização da canábis não aumenta consumo de outras substâncias

Um dos argumentos mais usados contra a legalização da canábis para uso adulto ou recreativo tem sido a ideia de...

Cânhamo3 semanas atrás

Letónia: Hemp School, da Obelisk Farm, é finalista do Prémio EFT Green Skills 2024

A Obelisk Farm continua a ser reconhecida mundo fora pela sua abordagem sui generais à exploração do cânhamo industrial. O projecto familiar, que...

Eventos3 semanas atrás

EUA: CannMed 24 Innovation & Investment Summit regressa a Marco Island, na Florida, de 12 a 15 de Maio

É uma das mais importantes conferências científicas sobre a indústria da canábis medicinal e regressa a Marco Island, na Florida,...