Connect with us

Internacional

Grécia emite as primeiras prescrições de canábis medicinal, 7 anos após a legalização

Publicado

em

Ouvir este artigo

A Grécia alcançou um marco importante ao tornar oficialmente a canábis para fins medicinais acessível aos doentes nas farmácias. As primeiras prescrições de canábis medicinal põem fim a uma longa luta, que durava há sete anos, desde que o país legalizou a canábis medicinal, em 2017. A possibilidade de receitar canábis aos pacientes gregos entrou em vigor no passado dia 19 de Fevereiro e marca a mudança no panorama dos cuidados de saúde do país, com a possibilidade de utilizar legalmente os canabinóides em várias patologias. Mas nem todos os médicos podem prescrever.

Depois de a Grécia ter legalizado o uso de canábis para fins medicinais, em 2017, o país embarcou numa longa viagem para tornar esta opção terapêutica facilmente acessível aos seus cidadãos. No entanto, este esforço não foi isento de desafios, uma vez que os obstáculos burocráticos e as complexidades regulamentares acabaram por prolongar o processo durante sete anos.

Acesso ao tratamento: Responder às necessidades dos doentes

Com a disponibilidade da canábis para fins medicinais, os doentes gregos têm agora acesso a uma série de opções de tratamento para várias doenças, incluindo:

  • Náuseas e vómitos induzidos pela quimioterapia, radioterapia e terapia combinada do VIH ou da hepatite C.
  • Gestão da dor crónica.
  • Espasticidade associada à esclerose múltipla e a lesões da espinal medula.
  • Estimulação do apetite em cuidados paliativos.

Os médicos especialistas, incluindo anestesistas, neurologistas e especialistas em doenças oncológicas, infecciologia e reumatologia, foram autorizados a prescrever canábis para fins medicinais. Esta autorização tem como objectivo garantir que os doentes recebem cuidados personalizados adaptados às suas necessidades médicas específicas.

O uso da canábis para fins medicinais na Grécia não é comparticipado, fazendo com que as despesas totais sejam suportadas pelos doentes. Actualmente, apenas um produto (uma preparação equilibrada de CBD/THC, fornecida pela Tikun Olam Europe), está disponível nas farmácias gregas. No entanto, espera-se que em breve entrem no mercado outras versões com níveis mais elevados de THC, para satisfazer as diversas necessidades dos doentes.

Pacientes lutam por melhor acesso à canábis

Anna Paga, uma das primeiras pacientes de canábis para fins medicinais na Grécia, expressou a sua gratidão e alívio, salientando a liberdade recém-descoberta de poder obter tratamentos através de canais legais, deixando assim de ter de recorrer aos tradicionais canais do mercado ilícito. O seu testemunho sublinha o impacto transformador da legalização da canábis medicinal na vida dos doentes.

Organizações sem fins lucrativos como a Mamaka (Mothers of Cannabis) têm sido fundamentais na defesa dos direitos dos doentes e de um acesso mais alargado à canábis medicinal. Os seus esforços incansáveis abriram caminho para discussões contínuas sobre leis de importação, uso pediátrico, políticas de comparticipação e direitos de cultivo doméstico. O CannaReporter falou com Jacqueline Poitras, fundadora da Mamaka, e publicaremos a entrevista em breve. Jackie, como é conhecida no meio da canábis, e que tem uma filha com epilepsia, estará presente, pela primeira vez, na próxima sessão da Comissão de Estupefacientes (CND) das Nações Unidas (ONU), que acontece de 14 a 22 de Março de 2024, em Viena, na Áustria, em representação do IACM Patient Council.

Um futuro promissor: O papel da Grécia no mercado global

Com o estabelecimento da primeira instalação de produção de canábis medicinal da Grécia pela Tikun Olam Europe, o país está pronto para emergir como um actor-chave no mercado global de canábis medicinal. Este investimento significativo sublinha o potencial da Grécia para contribuir de forma significativa para a investigação, produção e distribuição de canábis medicinal.

O inicio das emissões de receitas de canábis para fins medicinais na Grécia representa um momento crucial no seu percurso em matéria de cuidados de saúde. Ao dar prioridade ao acesso dos doentes, capacitar os profissionais de saúde e promover a inovação, a Grécia está a lançar as bases para um sistema de saúde mais inclusivo e abrangente, mas à semelhança de Portugal, com tão poucas opções disponíveis na farmácia, tem ainda um longo caminho a percorrer.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

+ posts
Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional2 dias atrás

EUA: Pediatra Bonni Goldstein lança petição contra a proibição de medicamentos de CBD natural na Califórnia

A pediatra norte-americana Bonni Goldstein está a alertar para a tentativa de proibição de medicamentos derivados de CBD natural na...

Internacional2 dias atrás

Europa tem quase 23 milhões de utilizadores de canábis, a mais consumida de todas as substâncias ilícitas

A canábis continua a ser, de longe, a substância ilícita mais consumida na Europa. Estas são as conclusões do “Relatório...

Eventos3 dias atrás

Mary Jane celebra a cultura da canábis legal pela primeira vez na Alemanha

É já no próximo fim-de-semana, de 14  16 de Junho, que se realiza a já habitual Mary Jane, na Messe...

Eventos1 semana atrás

CB Club reúne profissionais da canábis antecipando a Mary Jane, em Berlim

A antecipar a CB Expo (Cannabis Business Expo and Conference), que acontecerá em Dortmund, em Setembro, a CB Company vai...

Reportagem1 semana atrás

África do Sul: a legalização de uma indústria que já prospera

Nas semanas que antecederam as eleições para Assembleia Geral na África do Sul, na passada quarta-feira, 29 de Maio, havia...

Entrevistas1 semana atrás

Rui Reininho: “Eu acho esquisitíssimo andarem os meus colegas da GNR a meter o nariz nas propriedades das pessoas a ver o que é que esta planta faz”

Rui Reininho, músico português que ficou famoso enquanto vocalista dos GNR, dispensa apresentações. Ao contrário do que muitos pensam, não fundou...

Notícias2 semanas atrás

Canadá: Estudo demonstra que utilização de canábis reduz consumo de metanfetaminas

Os utilizadores de poli-drogas, indivíduos que consomem várias substâncias, recorrem frequentemente à canábis como forma de reduzir o seu consumo...

Eventos4 semanas atrás

CannaTrade regressa a Zurique de 24 a 26 de Maio

A CannaTrade – Feira e Festival Internacional do Cânhamo de Zurique atinge em 2024 a maioridade, celebrando a sua 18ª...

Comunicados de Imprensa4 semanas atrás

Grupo SOMAÍ e a sua subsidiária RPK Biopharma ampliam parceria com Cookies para incluir Europa e Reino Unido

LISBOA, PORTUGAL, 16 de maio de 2024 /EINPresswire.com/ — O Grupo SOMAÍ (“SOMAÍ”) e a sua subsidiária, RPK Biopharma expandiram...

Nacional4 semanas atrás

Portugal: Consumo estimado de CBD aumenta, apesar da proibição

O relatório “Cannabis in Portugal”, realizado pela Euromonitor International, divulgou os dados mais recentes sobre a indústria da canábis, os...