Connect with us

Economia

Delta-8 THC alvo de forte procura no mercado

Publicado

em

Ouvir este artigo
Foto: Matteo Paganelli | Unsplash

De acordo com o relatório Hemp Benchmarks de Janeiro de 2021, há uma crescente procura pelo canabinóide Delta-8 THC (Tetrahidrocanabinol), que não é derivado de material vegetal de cânhamo, mas sintetizado a partir de CBD extraído, o que está a ajudar a impulsionar as vendas de óleo bruto de CBD, CBD isolado e alguns produtos de CBD a retalho.

Com o aumento da popularidade do Delta-8-tetrahidrocanabinol (D8 – THC), a empresa especializada Hemp Benchmarks teve uma queda consistente nos preços. Apesar dos volumes de comercialização de Delta-8 THC permanecerem uma pequena proporção relativamente aos produtos de CBD, este é o produto de crescimento mais rápido no sector de cânhamo no relatório de Janeiro. Um processador do Tennessee disse à Hemp Benchmarks que viram cerca de 20% dos seus clientes de CBD passarem a comprar Delta-8 THC.

Este crescimento é notável devido às muitas questões não resolvidas sobre a legalidade do Delta-8. O composto é um canabinóide psicoactivo, o que significa que pode deixar os usuários com efeitos psicotrópicos, dando origem a vários problemas legais. As regulamentações recentemente propostas pela Drug Enforcement Agency (DEA) classificariam o Delta-8 THC como uma substância controlada de Classe I, o que a tornaria ilegal a nível federal. Por esta razão, laboratórios e fabricantes estão a manter um olhar restrito e realista para o verdadeiro potencial de mercado do Delta-8 THC.

O que é o Delta8 THC?

De acordo com o National Cancer Institute, o Delta-8-THC pode ser definido como “um análogo do tetrahidrocanabinol (THC) com propriedades antieméticas, ansiolíticas, estimulantes do apetite, analgésicas e neuroprotectoras. O Delta-8-THC liga-se ao receptor CB1 acoplado à proteína G do canabinóide, localizado no sistema nervoso central. Este agente exibe uma potência psicotrópica mais baixa do que o Delta-9-THC, a forma primária de THC encontrada na canábis.” O Delta-8-THC é, portanto, quimicamente diferente do Delta-9-THC por apenas algumas ligações atómicas.

Futuro incerto num mercado instável

A incerteza é extensiva à falta de padrões definidos sobre conformidade e pureza de produtos contendo THC Delta-8. O relatório Hemp Benchmarks cita um e-mail de Stephen Crowley, Especialista em Conformidade e Técnico de Processamento de Cânhamo da Comissão de Controle de Licores do Oregon, que escreveu que uma das suas preocupações é “o que mais pode haver nesses produtos além do Delta-8 THC”. Isso inclui uma série de impurezas químicas que podem ser geradas durante o processo de isomerização.

Se as regulamentações propostas pela DEA entrarem em vigor, o Delta-8 THC sintetizado a partir do CBD seria ilegal e a sua popularidade entre os fabricantes seria um grande obstáculo. Até que as regulamentações sejam finalizadas, o relatório do The Hemp Benchmark prevê que alguns processadores possam cogitar a ideia de sintetizar o THC Delta-8 do seu CBD excedente e vendê-lo por preços significativamente mais altos, a fim de recuperar as perdas com a queda nos preços de CBD e extrato de CBG.

O mercado consumidor de Delta-8 pode correlacionar-se mais fortemente com o grupo demográfico de Delta-9 THC, pois ambos são psicoactivos, o que pode limitar o apelo do Delta-8 para a base de consumidores de CBD mais ampla. Como um “novo canabinóide”, a educação e promoção do Delta-8 THC serão necessárias para garantir que ele não tenha o mesmo destino do CBG, que não gerou interesse suficiente para eliminar o excesso de stocks daquele que supostamente seria o segmento do cânhamo em ascensão. De Fevereiro a Agosto de 2020, o preço da biomassa com CBG caiu uns impressionantes 82 por cento.

O Delta-8 THC é actualmente uma luz brilhante num mercado instável. Se ele pode ou não sustentar essa trajectória ascendente depende de como o vento regulador sopra, uma vez que as áreas cinzentas na Farm Bill de 2018 sejam esclarecidas sobre as formas derivadas sinteticamente de THC. Até então, o composto polémico está a chegar a todos os tipos de produtos no mercado de cânhamo e a render muito dinheiro para aqueles que estão dispostos a arriscar num futuro incerto.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Comunicados de Imprensa2 dias atrás

Cannabis Europa recebe líderes europeus e norte-americanos em Londres para capitalizar o mercado europeu da canábis

A indústria norte-americana de canábis está a criar um movimento significativo através do Atlântico, à medida que os líderes deste...

Internacional5 dias atrás

Polícia alemã esclarece que não sugeriu consumo de canábis (em vez de álcool) aos adeptos ingleses do Euro 2024

A polícia de Gelsenkirchen, na Alemanha, foi citada numa notícia onde afirmou que as atenções estariam mais centradas nos adeptos...

Eventos6 dias atrás

Substâncias sintéticas ameaçam enorme sucesso da Mary Jane Berlin

Era expectável que esta edição da Mary Jane Berlin fosse a maior concentração de sempre da comunidade da canábis na...

Nacional1 semana atrás

ICAD promove inquérito europeu sobre consumo de drogas em Portugal

O Instituto para os Comportamentos Aditivos e as Dependências (ICAD) iniciou a 4ª edição do European Web Survey on Drugs...

Eventos1 semana atrás

Maren Krings, autora do livro “H is for Hemp”, apresenta documentário sobre a Ucrânia hoje, em Lisboa

Maren Krings, fotojornalista e autora do livro “H is for Hemp” está hoje em Lisboa para apresentar o seu novo...

Internacional1 semana atrás

EUA: Pediatra Bonni Goldstein lança petição contra a proibição de medicamentos de CBD natural na Califórnia

A pediatra norte-americana Bonni Goldstein está a alertar para a tentativa de proibição de medicamentos derivados de CBD natural na...

Internacional1 semana atrás

Europa tem quase 23 milhões de utilizadores de canábis, a mais consumida de todas as substâncias ilícitas

A canábis continua a ser, de longe, a substância ilícita mais consumida na Europa. Estas são as conclusões do “Relatório...

Eventos2 semanas atrás

Mary Jane celebra a cultura da canábis legal pela primeira vez na Alemanha

É já no próximo fim-de-semana, de 14  16 de Junho, que se realiza a já habitual Mary Jane, na Messe...

Eventos2 semanas atrás

CB Club reúne profissionais da canábis antecipando a Mary Jane, em Berlim

A antecipar a CB Expo (Cannabis Business Expo and Conference), que acontecerá em Dortmund, em Setembro, a CB Company vai...

Reportagem2 semanas atrás

África do Sul: a legalização de uma indústria que já prospera

Nas semanas que antecederam as eleições para Assembleia Geral na África do Sul, na passada quarta-feira, 29 de Maio, havia...