Connect with us

Internacional

EUA: Kamala Harris diz que classificação actual da canábis é “absurda” e “manifestamente injusta”

Publicado

em

Foto: D.R.

A vice-presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Kamala Harris, defendeu na semana passada a desclassificação da canábis na tabela de narcóticos. Numa mesa redonda dedicada aos planos do governo de Biden para a reforma da canábis, que decorreu na semana passada na Casa Branca, Kamala Harris afirmou que o facto de a canábis ser tratada sob a lei federal da mesma forma que outras drogas da Categoria I, como a heroína ou o fentanil, é “absurdo” e “manifestamente injusto”.

A notícia foi avançada por vários meios de comunicação social norte-americanos, que acompanharam a reunião da administração de Joe Biden sobre a reforma da canábis na Casa Branca. Kamala Harris confessou estar ansiosa para ver o que a Drug Enforcement Administration (DEA) vai decidir sobre a transição da planta para uma categoria diferente.

Actualmente, a canábis é classificada como narcótico de Classe I – o mesmo que o LSD e a heroína – o que significa que não tem qualquer utilização medicinal aceitável e elevado potencial de abuso e/ou adicção. A vice-presidente dos EUA criticou as actuais restrições federais à canábis, considerando a sua actual classificação “absurda”.

“Tenho certeza de que a DEA está a trabalhar o mais rápido possível e continuará a fazê-lo. Estamos ansiosos pelo resultado de seu trabalho”, afirmou, citada pela CNN. “A canábis é considerada tão perigosa como a heroína e mais perigosa que o fentanil, o que é absurdo, para não mencionar claramente injusto”, disse, durante a mesa redonda sobre os planos do governo para a reforma da canábis, onde também participaram o governador Andy Beshear (D-Ky.), o rapper Fat Joe e algumas pessoas que receberam perdões de Joe Biden por crimes menores relacionados com canábis.

Mudanças na reclassificação da canábis nos EUA são esperadas desde 2023

As afirmações de Kamala Harris surgem à medida que a expectativa aumenta para que a DEA divulgue sua decisão final sobre a recomendação do Departamento de Saúde e Serviços Humanos para mover a canábis para uma categoria menos restritiva sob a Lei de Substâncias Controladas.

O governo de Joe Biden espera que as mudanças há muito procuradas pelos defensores da justiça criminal sobre a canábis ajude a criar entusiasmo entre os eleitores negros, os mais jovens e os círculos eleitorais democratas.

Tal como o Cannareporter já tinha noticiado em Agosto do ano passado, o Department of Health and Human Services – HHS, recomendou à DEA a remoção da canábis da Tabela I para a Tabela III da Lei de Substâncias Controladas, destacando a “utilização medicinal aceite” da canábis nos Estados Unidos e o seu “potencial de abuso inferior”, se comparado com substâncias das Listas I e II.

A Food and Drug Administration (FDA) fez uma análise científica exaustiva da canábis, que conduziu a uma recomendação de reclassificação da planta na tabela de substâncias nos Estados Unidos. Este processo de revisão envolveu não só uma análise meticulosa da investigação científica mas também uma pesquisa sobre os efeitos terapêuticos da canábis relatados pelos consumidores em várias plataformas e redes sociais.

No início deste ano, o governo norte-americano foi obrigado pelo tribunal a divulgar os documentos relacionados com a avaliação do estatuto legal da canábis e a sua reclassificação, no seguimento de uma acção judicial interposta pelo advogado do Texas, Matthew Zorn. O documento, com 252 páginas, comprova oficialmente que as autoridades de saúde recomendaram a inclusão da canábis na Lista III do Controlled Substances Act (CSA, ou legislação das substâncias controladas).

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional3 dias atrás

Paul Bergholts, alegado líder da Juicy Fields, detido na República Dominicana

Paul Bergholts, o alegado líder do esquema em pirâmide Juicy Fields, terá sido detido na República Dominicana e será submetido a...

Saúde6 dias atrás

Canabinóides revelam resultados promissores no tratamento do Transtorno da Personalidade Borderline

Uma investigação levada a cabo pela Khiron LifeSciences e coordenada por Guillermo Moreno Sanz sugere que os medicamentos à base de...

Internacional6 dias atrás

Caso Juicy Fields: 9 detidos pela Europol e Eurojustice. Burla ultrapassa 645 milhões de euros

Uma investigação conjunta conduzida por várias autoridades europeias, apoiadas pela Europol e pela Eurojust, culminou na detenção de nove suspeitos...

Internacional1 semana atrás

Utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante procedimentos médicos

Os utilizadores regulares de canábis podem necessitar de mais anestesia durante os procedimentos médicos para permanecerem sedados, se comparados com...

Internacional1 semana atrás

O futuro do CBD no Japão: Como as reformas legais irão moldar o mercado

No final do ano passado, o Japão deu um grande passo em direcção à reforma da canábis depois de aprovar...

Nacional2 semanas atrás

Portugal: GreenBe Pharma obtém certificação EuGMP nas instalações de Elvas

A GreenBe Pharma, uma empresa de canábis medicinal localizada em Elvas, Portugal, obteve a certificação EU-GMP, ao abrigo dos regulamentos...

Nacional2 semanas atrás

Álvaro Covões, da Everything is New, compra instalações da Clever Leaves no Alentejo por 1.4 milhões de euros

Álvaro Covões, fundador e CEO da agência promotora de espectáculos ‘Everything is New‘, que organiza um dos maiores festivais de...

Eventos2 semanas atrás

ICBC regressa a Berlin a 16 e 17 de Abril

É uma das maiores e mais reconhecidas conferências de B2B sobre canábis da Europa e regressa a Berlim já nos...

Internacional2 semanas atrás

A legalização da canábis na Alemanha vista pelos olhos do hacker que criou um mapa essencial

Um hacker de Koblenz, uma cidade do estado da Renânia-Palatinado, criou um mapa com os locais onde, a partir de...

Nacional2 semanas atrás

André Ventura diz que quer “Limpar toda a canábis de Portugal”

André Ventura, o conhecido líder do partido político português de extrema-direita, Chega, disse que quer “limpar toda a canábis de...