Connect with us

Desporto

Agência Mundial Anti-Doping mantém canábis na lista de substâncias proibidas

Publicado

em

Ouvir este artigo

A canábis deverá continuar na lista de substâncias consideradas dopping a nível mundial. A informação foi avançada por um porta-voz da Agência Mundial Anti-Doping, num artigo exclusivo publicado no Wall Street Journal. Depois de fortes apelos dos Estados Unidos da América (EUA) e da Holanda para um alívio nesta proibição, a Agência Internacional parece estar inclinada para continuar a sua interdição.

Apesar dos avanços nas regulamentações relativamente ao consumo de canábis, medicinal ou recreativa, o mundo do desporto profissional tem tolerância zero com a canábis, sendo esta inserida numa lista de substâncias proibidas, gerida pela Agência Internacional Anti-Doping (WADA). As actualizações destas listas são realizadas em conjunto com as entidades anti-doping dos vários países entrando em vigor uma versão actualizada no início de cada ano.

Holanda contra proibição
Em Julho, a autoridade anti-doping holandesa manifestou a sua discordância em relação à manutenção deste status proibitivo em relação à canábis e aos canabinóides, “Na nossa opinião, os canabinóides não devem fazer parte do programa anti-doping”.

De forma semelhante, posicionaram-se os Estados Unidos da América, depois da perda de uma atleta em 2021, Sha’Carri Richardson, devido a um teste positivo para canábis. A Casa Branca e a Agência Anti-Doping Americana foram as porta-vozes destas reivindicações, a questionar se as regras, no que diz respeito à canábis, devem manter-se.

Retirada da canábis é possível, mas improvável

Apesar de o presidente da Agência Antidoping Americana (USADA) tecer fortes críticas à WADA, a última alega que dos EUA não chegou nenhum pedido relativamente à remoção da canábis da lista de substâncias proibidas. Segunda o Wall Street Journal (WSJ), o porta-voz da WADA disse que “até ao momento, nem as autoridades dos Estados Unidos nem a Agência Anti-doping dos EUA solicitaram a remoção da canábis da Lista de Substâncias Proibidas”.

O CEO da USADA, Travis Tygart, que no último ano afirmou que “as regras relativamente à canábis necessitam de mudanças” afirmou  que “por quase uma década, a USADA defendeu que a WADA mudasse sua abordagem à canábis, para que um teste positivo não seja uma violação, a menos que tenha sido usado intencionalmente para melhorar o desempenho ou colocar em risco a saúde ou a segurança dos concorrentes”.

O porta-voz da Agência Mundial Anti-Doping enfatizou que a lista é provisória até ao final deste mês: “O esboço da Lista Proibida de 2023 está a ser considerado”. Ainda segundo as declarações dadas ao WSJ,  “o Comité Executivo da WADA será solicitado a aprovar a versão final da Lista durante sua reunião de 23 de setembro, sendo a própria Lista publicada no máximo a 1 de Outubro, entrando em vigor a 1 de Janeiro de 2023.”

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional2 dias atrás

Tailândia: Activistas suspendem greve de fome para preparar novas formas de protesto: “Estamos confiantes de que a canábis não será reclassificada como narcótico”

O grupo de activistas tailandês que se auto-intitula “Writing Thailand’s Cannabis Future Network”, liderado por Kitty Chopaka, anunciou hoje o...

Internacional3 dias atrás

Alemanha: Médicos de 16 especialidades já podem prescrever canábis sem aprovação dos seguros

O Comité Federal Misto Alemão (Gemeinsamer Bundesausschuss, ou G-BA) anunciou esta semana as excepções aos requisitos de aprovação para a...

Nacional3 dias atrás

Infarmed aprova duas novas ACM’s de preparações à base de canábis

O Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. aprovou duas novas ACMs (Autorização de Colocação no...

Cânhamo4 dias atrás

Leonardo Sousa: “É literalmente a auto-suficiência de um país que está aqui atrás, a quase todos os níveis”

Aos 31 anos, Leonardo Rodrigues Sousa tem-se destacado como um dos mais jovens empreendedores no sector do cânhamo industrial em...

Entrevistas4 dias atrás

Adonis Georgiadis: “A única discussão é sobre o uso farmacêutico. Não há efeito dominó na Grécia”

Encontrámos Adonis Georgiadis, Ministro da Saúde da Grécia, em Londres, na Cannabis Europa, uma das mais antigas conferências sobre canábis...

Cânhamo5 dias atrás

CBD… What the FAQ? — Tudo o que precisa de saber sobre Canabidiol

Está em milhares de produtos. É apresentado como a nova panaceia para quase todas as maleitas e embora pareça que...

Cânhamo7 dias atrás

Itália: Alteração que queria proibir canábis light foi arquivada

A alteração que o governo de Giorgia Meloni queria fazer na lei da canábis em Itália e que pretendia proibir...

Cânhamo7 dias atrás

A confusão do cânhamo em Portugal: ASAE apreende CBD na Kings Yard, mas deixa flores por serem para “coleccionismo”

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu cerca de 845 produtos numa loja da Kings Yard, que “apresentavam na sua...

Cânhamo1 semana atrás

Portugal: Estudo revela disparidades alarmantes na rotulagem do CBD, que continua proibido no país

Um estudo recente sobre os produtos de CBD em Portugal revela disparidades alarmantes entre o conteúdo de canabinóides anunciado e...

Internacional1 semana atrás

Espanha: Câmara de Barcelona encerra dezenas de clubes de canábis

A Câmara Municipal de Barcelona deu início a uma forte repressão contra os clubes de canábis da cidade, ordenando o...