Connect with us

Internacional

França: Projecto piloto de canábis medicinal prolonga-se durante mais um ano

Publicado

em

Ouvir este artigo

No dia 26 de Setembro era suposto ser apresentado o relatório sobre o projecto piloto que foi realizado em França, relativamente à produção de medicamentos à base de canábis. No entanto, as autoridades de saúde francesas decidiram prolongar o projecto durante mais um ano, de forma a permitir que o sector nacional se possa adaptar para ser mais competitivo. As associações de pacientes estão contra a medida.

Segundo o portal de notícias Newsweed.fr, a decisão imposta de prorrogar o projecto piloto é justificada pela DGS com três motivos chave: fraco volume de prescrições, falta de dados económicos, necessidade de cumprir as discussões europeias. No entanto, o mesmo artigo nota que o Ministério do Interior poderá estar a apresentar algumas resistências à legalização medicinal generalizada.

No dia 26 de Setembro, era esperada a apresentação de um relatório ao Parlamento francês, relativamente à execução do projecto piloto que se iniciou no último ano para estabelecer um mercado nacional de canábis medicinal. Um de três cenários era aguardado, sendo que o cenário de retracção do projecto era muito pouco provável. A indústria esperava que a Direcção Geral de Saúde francesa iria terminar o projecto piloto e abrir, consequentemente, o mercado aos restantes players europeus, ou então prorrogar o projecto piloto.

A Direcção Geral de Saúde acabou por prorrogar o projecto por mais um ano, tendo comunicado a decisão à agro-indústria francesa e aos grupos de pacientes. Desta forma, o mercado francês continua a depender da sua produção doméstica (e consequente transformação e aprovação de produtos) para satisfazer as necessidades dos pacientes. Apenas no final do projecto piloto é que, se for decidida a legalização da canábis medicinal, o mercado poderá incluir outras empresas.

Agroindústria francesa recomendou adiamento

Na semana passada e em antecipação à apresentação do relatório relativo à execução do projecto piloto, a Newsweed.fr deu a conhecer que uma pequena nota enviada aos deputados pela Santé France Cannabis. Esta é uma associação que reúne vários intervenientes representativos do futuro sector da canábis para uso medicinal na França, e recomendou, na sua nota, “um adiamento” da legalização da canábis medicinal por um ano. 

Segundo o meio de comunicação francês, na nota lê-se que “os intervenientes nacionais reunidos na “Santé France Cannabis” propõem – como prevêm alguns decisores públicos – o adiamento de um ano da generalização (da lei da canábis medicinal francesa), prevista para março de 2023, de modo a permitir o tempo necessário para o sector se organizar”, conclui a nota.

Pacientes descontentes com atraso

As associações de pacientes não tardaram a fazer-se ouvir após a notícia do prolongamento do projecto piloto. Em comunicado, as associações mostraram-se excluídas desta decisão, evidenciando alguns sinais de discórdia em relação ao adiamento. A Associação Apaiser criticou nas suas redes sociais a primazia aos critérios económicos em detrimento da qualidade de vida dos pacientes. 

Segundo o portal NewsWeed.Fr, que citou um comunicado à imprensa nacional, as associações  “lamentam profundamente não terem sido consultadas, ou mesmo informadas, sobre esta decisão, antes de ter sido divulgada à imprensa por um comunicado de representantes do sector agro-industrial. Este método é sintomático da falta de consideração pelos pacientes nesta decisão.”

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Comunicados de Imprensa22 horas atrás

Cannabis Europa recebe líderes europeus e norte-americanos em Londres para capitalizar o mercado europeu da canábis

A indústria norte-americana de canábis está a criar um movimento significativo através do Atlântico, à medida que os líderes deste...

Internacional5 dias atrás

Polícia alemã esclarece que não sugeriu consumo de canábis (em vez de álcool) aos adeptos ingleses do Euro 2024

A polícia de Gelsenkirchen, na Alemanha, foi citada numa notícia onde afirmou que as atenções estariam mais centradas nos adeptos...

Eventos5 dias atrás

Substâncias sintéticas ameaçam enorme sucesso da Mary Jane Berlin

Era expectável que esta edição da Mary Jane Berlin fosse a maior concentração de sempre da comunidade da canábis na...

Nacional7 dias atrás

ICAD promove inquérito europeu sobre consumo de drogas em Portugal

O Instituto para os Comportamentos Aditivos e as Dependências (ICAD) iniciou a 4ª edição do European Web Survey on Drugs...

Eventos1 semana atrás

Maren Krings, autora do livro “H is for Hemp”, apresenta documentário sobre a Ucrânia hoje, em Lisboa

Maren Krings, fotojornalista e autora do livro “H is for Hemp” está hoje em Lisboa para apresentar o seu novo...

Internacional1 semana atrás

EUA: Pediatra Bonni Goldstein lança petição contra a proibição de medicamentos de CBD natural na Califórnia

A pediatra norte-americana Bonni Goldstein está a alertar para a tentativa de proibição de medicamentos derivados de CBD natural na...

Internacional1 semana atrás

Europa tem quase 23 milhões de utilizadores de canábis, a mais consumida de todas as substâncias ilícitas

A canábis continua a ser, de longe, a substância ilícita mais consumida na Europa. Estas são as conclusões do “Relatório...

Eventos2 semanas atrás

Mary Jane celebra a cultura da canábis legal pela primeira vez na Alemanha

É já no próximo fim-de-semana, de 14  16 de Junho, que se realiza a já habitual Mary Jane, na Messe...

Eventos2 semanas atrás

CB Club reúne profissionais da canábis antecipando a Mary Jane, em Berlim

A antecipar a CB Expo (Cannabis Business Expo and Conference), que acontecerá em Dortmund, em Setembro, a CB Company vai...

Reportagem2 semanas atrás

África do Sul: a legalização de uma indústria que já prospera

Nas semanas que antecederam as eleições para Assembleia Geral na África do Sul, na passada quarta-feira, 29 de Maio, havia...