Connect with us

Eventos

Cannabis Europa: Mercado do Reino Unido pode crescer mais de 1000 milhões de libras até 2026

Publicado

em

Ouvir este artigo

Uma análise da Prohibition Partners mostra que o mercado do Reino Unido pode crescer mais de mil milhões de libras até 2026, numa altura em que Londres se prepara para acolher uma das principais conferências do sector da Europa, a Cannabis Europa. O evento decorre na próxima terça e quarta-feira em Old Billingsgate, em Londres.

Os líderes da indústria que se irão reunir para a ‘Web Summit da canábis’, na próxima semana, em Londres, estão a pedir ao governo que adopte a indústria, pois um estudo recente da Prohibition Partners, que promove a conferência Cannabis Europa, mostra que o mercado de canábis do Reino Unido pode valer mais de mil milhões no Reino Unido até 2026.

A análise ressalta como a incapacidade de o Reino Unido abraçar a indústria, tanto para fins médicos como recreativos, pode ter um custo económico significativo. Várias pesquisas indicam que o mercado de canábis medicinal do Reino Unido pode valer mais de 453 milhões de libras até 2026, quase um quarto do mercado europeu total na altura. Além disso, se o Reino Unido legalizar totalmente a canábis este ano – com vendas para uso recreativo a começar já em 2024 – o sector poderá valer mais de 627 milhões até 2026, subindo o tamanho total do mercado para mais de mil milhões apenas no Reino Unido.

Esse crescimento pode fazer com que a indústria da canábis tenha um papel significativo no aumento do crescimento económico no Reino Unido, tanto por meio de níveis significativos de investimento estrangeiro directo, como pela criação de empregos em todo o no país, apoiando as ambições de “Leveling Up” do governo britânico.

A notícia chega quando a Prohibition Partners se prepara para acolher a Cannabis Europa, uma das maiores conferências de canábis, que decorre em Londres, de 28 a 29 de Junho. Espera-se a participação de mais de 1.500 delegados de mais de 25 países. A conferência – com delegados como o rapper Big Narstie e o fundo Venture Capital de Snoop Dogg – reunirá activistas, académicos e defensores da indústria para falar sobre o crescimento dos mercados medicinais e recreativos na Europa e as oportunidades de investimento associadas a essas indústrias em crescimento.

De acordo com Stephen Murphy, CEO e co-fundador da Prohibition Partners, “o génio está fora da garrafa com a indústria da canábis – a América do Norte abraçou-a e a Europa está a começar. O sector mostrou que pode oferecer altos níveis de investimento, crescimento económico e empregos para as economias que o adoptam. O Reino Unido precisa garantir que não é deixado para trás à medida que os investidores se voltam para a Europa como a próxima fronteira da indústria da canábis. Num momento em que o Reino Unido precisa urgentemente de impulsos económicos semelhantes, tornar-se verde e apoiar a canábis trará resultados para a economia britânica”.

Muitos países europeus – como a Alemanha, Dinamarca e Portugal – já estão a obter lucros da indústria e a colher os benefícios económicos. Em 2021, cerca de 500 milhões de libras em activos de capital foram detidos na Europa por apenas algumas das maiores empresas norte-americanas, representando uma grande injecção de investimento directo estrangeiro significativo no sector.

Também os sectores medicinal e de uso recreativo estão preparados para uma “corrida do ouro verde” em toda a Europa, valendo até 3,2 mil milhões até 2026 se a legalização do uso adulto progredir na Alemanha, conforme previsto pelas análises da Prohibition Partners.

São necessárias várias etapas para que o Reino Unido desbloqueie totalmente a indústria da canábis, incluindo permitir que os medicamentos à base de canábis sejam prescritos por médicos do NHS e cobertos pelo seguro de saúde público, além da reforma da regulamentação sobre a canábis para uso adulto, de acordo com os avanços feitos em alguns países como a Alemanha. A conferência Cannabis Europa também explorará como essas barreiras regulatórias e legislativas podem ser superadas, para liberar os benefícios da indústria de canábis no Reino Unido.

Evidências da América do Norte mostram que a legalização da canábis pode trazer enormes benefícios para a economia de um país. Desde que o Canadá legalizou a canábis recreativa em 2018, a indústria contribuiu com 43,5 mil milhões de dólares para o PIB do país, criando 98 mil empregos.

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Licenciada em Jornalismo pela Universidade de Coimbra, Laura Ramos tem uma pós-graduação em Fotografia e é Jornalista desde 1998. Foi correspondente do Jornal de Notícias em Roma, Itália, e Assessora de Imprensa no Gabinete da Ministra da Educação. Tem uma certificação internacional em Permacultura (PDC) e criou o arquivo fotográfico de street-art “O que diz Lisboa?” @saywhatlisbon. Laura é actualmente Editora do CannaReporter e da CannaZine, além de fundadora e directora de programa da PTMC - Portugal Medical Cannabis. Realizou o documentário “Pacientes” e integrou o steering group da primeira Pós-Graduação em GxP’s para Canábis Medicinal em Portugal, em parceria com o Laboratório Militar e a Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa.

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Cânhamo3 dias atrás

Portugal: Estudo revela disparidades alarmantes na rotulagem do CBD, que continua proibido no país

Um estudo recente sobre os produtos de CBD em Portugal revela disparidades alarmantes entre o conteúdo de canabinóides anunciado e...

Internacional3 dias atrás

Espanha: Câmara de Barcelona encerra dezenas de clubes de canábis

A Câmara Municipal de Barcelona deu início a uma forte repressão contra os clubes de canábis da cidade, ordenando o...

Internacional5 dias atrás

Alemanha aprova o primeiro clube social de canábis após a legalização

A Ministra da Agricultura da Baixa Saxónia, Miriam Staudte, anunciou esta segunda-feira que o seu gabinete autorizou o primeiro clube...

Cânhamo7 dias atrás

Tailândia cada vez mais perto de reclassificar a canábis e o cânhamo como substâncias controladas

A Tailândia deu mais um passo decisivo no sentido de voltar a proibir a canábis no país. Na passada sexta-feira,...

Internacional2 semanas atrás

Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (OEDT) passa a ser Agência da União Europeia das Drogas (EUDA)

A 2 de Julho de 2024 o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (EMCDDA) passará a ser a Agência...

Eventos2 semanas atrás

ICRS – International Cannabinoid Research Society reúne médicos e investigadores em Salamanca para o 34º Simpósio sobre Canabinoides

Se pensa que a investigação com canábis é algo recente e que inda não há estudos suficientes… pense outra vez! É...

Crónica3 semanas atrás

Terroir 101 – Uma Introdução

Este artigo inicia uma série sobre temas necessários para os que acreditam que esta planta merece ser reverenciada e elevada...

Eventos3 semanas atrás

Editora do CannaReporter®, Laura Ramos, nomeada “Jornalista do Ano” nos prémios Business of Cannabis

A indústria da canábis está prestes a reunir-se em Londres para dois dias de Cannabis Europa e uma noite de...

Comunicados de Imprensa4 semanas atrás

Cannabis Europa recebe líderes europeus e norte-americanos em Londres para capitalizar o mercado europeu da canábis

A indústria norte-americana de canábis está a criar um movimento significativo através do Atlântico, à medida que os líderes deste...

Internacional4 semanas atrás

Polícia alemã esclarece que não sugeriu consumo de canábis (em vez de álcool) aos adeptos ingleses do Euro 2024

A polícia de Gelsenkirchen, na Alemanha, foi citada numa notícia onde afirmou que as atenções estariam mais centradas nos adeptos...