Connect with us
Publicidade
Publicidade

Corporações

Parallel torna-se empresa pública através da fusão com a Ceres

Publicado

em

O CEO da empresa produtora de canábis Parallel, William “Beau” Wrigley Jr., que fez fortuna no mercado das pastilhas elásticas, está tornar pública a sua companhia, através de uma fusão que será concluída neste verão, com a canadiana Ceres Acquisition Corp, que avalia a empresa com sede em Atlanta, Geórgia, em 1,8 mil milhões de dólares.

A Parallel é a primeira empresa gerida por Wrigley Jr., desde a venda do negócio de gomas da sua família por 23 mil milhões de dólares americanos em 2008, e assumirá a cotação da Ceres na bolsa de valores canadiana NEO. As ações da Ceres subiram 19%, para 12,50$, com o negócio a surgir num momento em que, oficialmente, as vendas de canábis atingiram níveis recordes durante a pandemia de COVID-19.

A empresa combinada espera ter 430 milhões de dólares em dinheiro quando o negócio for fechado, confirmou um porta-voz da Parallel à Reuters.

Com cerca de 50 lojas de retalho, instalações de cultivo e fabrico em quatro estados dos EUA, a Parallel usará o dinheiro para se expandir para novos mercados. A companhia vende produtos acabados, incluindo gomas, vapes e bálsamos. A empresa, que nomeou o executivo da indústria fonográfica Scooter Braun como consultor especial, afirmou que actualmente tem vários pedidos de licença pendentes na Geórgia, Nova Jersey e Virgínia.

As empresas norte-americanas que cultivam ou vendem canábis não podem listar as suas ações nas principais bolsas de valores do país, pois a canábis continua ilegal a nível federal nos EUA. A produtora de canábis californiana, a TPCO Holdings, apoiada por Jay-Z, também abriu o capital no NEO, enquanto o gigante das vendas online e da publicidade Weedmaps fechou um acordo em dezembro para se listar na Nasdaq.

O CEO da Ceres disse que o mercado de canábis tem um grande impulso positivo, e que ainda há espaço para crescimento. “Estamos a começar a ver não apenas as empresas a cumprir, mas também os governos a cumprir algumas dessas conversas e promessas”, disse Crouthers, que fará parte do conselho da Parallel.

Os SPACs tornaram-se uma rota popular para o mercado de acções, pois podem ser concluídos mais rapidamente do que um IPO e garantem maior certeza sobre os fundos que uma empresa irá levantar.

Publicidade
Publicidade

Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Internacional7 horas atrás

Como vão funcionar as associações de canábis em Malta?

A Autoridade para o Uso Responsável de Canábis (ARUC), entidade Maltesa com responsabilidade na regulamentação da indústria legal e recreativa...

Corporações8 horas atrás

Organigram notificada pela Nasdaq por falhar valor mínimo de negociação

A Organigram Holdings Inc. foi notificada pela Nasdaq de que terá até ao próximo mês de Julho para atingir o...

Cânhamo1 dia atrás

EUA: FDA recusa regulamentar CBD devido a preocupações de segurança

A Food and Drug Administration (FDA) rejeitou iniciar o processo de regulamentação do CBD em produtos alimentares, por não considerar...

Internacional1 dia atrás

Hong Kong: Proibição do CBD entra em vigor a 1 de Fevereiro, com multas milionárias e penas de prisão perpétua

Hong Kong vai classificar oficialmente o Canabidiol (CBD) como uma “droga perigosa” já a partir desta quarta-feira, 1 de Fevereiro,  e...

Internacional4 dias atrás

Japão dá passos para legalizar o uso medicinal de canábis

O governo do Japão está a considerar uma revisão da sua Lei de Controlo da Canábis, que permitiria o uso...

Comunicados de Imprensa5 dias atrás

EUA: Curaleaf encerra operações na Califórnia, Colorado e Oregon

A Curaleaf Holdings anunciou hoje em comunicado de Imprensa o encerramento proactivo da maioria das suas operações na Califórnia, Colorado...

Corporações5 dias atrás

Bedrocan expande produção de canábis medicinal para a Dinamarca

O produtor holandês de canábis medicinal Bedrocan vai abrir uma nova instalação na Dinamarca, de forma a responder à procura...

Internacional5 dias atrás

Malta: Registo para obter licenças de canábis inicia a 28 de Fevereiro

Já passou quase um ano desde que Malta aprovou a legislação para regulamentar o uso adulto da canábis, permitindo a posse...

Internacional6 dias atrás

França dá um passo em frente na legalização da canábis

O Conselho Económico, Social e Ambiental (Cese) de França propôs uma “legalização supervisionada” da canábis, num esforço para “ser orientado...

Comunicados de Imprensa6 dias atrás

Suíça: Linnea obtém licença para produção e exportação de API’s com alto teor de THC

A Linnea SA obteve a licença de narcóticos da Swissmedic, a equivalente suíça ao Infarmed I.P., tornando-a numa das primeiras...