Connect with us

Internacional

EFSA suspende avaliação de pedidos de CBD como “novo alimento”

Publicado

em

Ouvir este artigo

A avaliação de pedidos de submissão do canabidiol (CBD) enquanto novo alimento na Agência Europeia de Segurança Alimentar (EFSA) está suspensa, após uma nota publicada pela entidade. Em causa estará a falta de robustez na documentação das submissões. Os cientistas da EFSA não conseguem estabelecer a segurança do CBD como um novo alimento devido a lacunas de dados e incertezas sobre os potenciais riscos relacionados com a ingestão de CBD.

A indústria conheceu na última semana um parecer da EFSA, há muito aguardado e requisitado pela Comissão Europeia (CE), no âmbito das avaliações relativas à segurança da utilização do CBD como novo alimento. O relatório, intitulado “Declaração sobre a segurança do canabidiol como novo alimento: lacunas de dados e incertezas”, foi redigido pelo painel de especialistas da EFSA sobre nutrição, novos alimentos e alérgenos alimentares (NDA), que recebeu 19 pedidos de CBD como novo alimento, com mais pedidos em andamento.

O Presidente do Painel do NDA, Prof. Dominique Turck afirmou: “Identificámos vários perigos relacionados com a ingestão de CBD e determinámos que as várias lacunas de dados sobre estes efeitos na saúde necessitam de ser corrigidas antes para que estas avaliações possam prosseguir. É importante enfatizar neste momento que não foi concluído que o CBD não é seguro como alimento”.

A agência alegou a inexistência de dados suficientes sobre os efeitos do CBD no fígado, trato gastrointestinal, sistema endócrino, sistema nervoso e bem-estar psicológico das pessoas. Estudos em animais mostram efeitos adversos significativos principalmente em relação à reprodução. É importante determinar se esses efeitos também são observados em humanos.

O Painel identificou vários perigos relacionados com a ingestão de CBD e apontou deficiências nos dados experimentais em animais e humanos.

As questões levantadas pela EFSA relativamente aos dados e às incertezas identificadas na declaração devem agora ser revistas pelos requerentes para fornecer a base para a avaliação de segurança do CBD como um novo alimento.

Reacções da indústria

A notícia da suspensão dos pedidos de avaliação apanhou alguns stakeholders de surpresa, que reconhecem que pode advir deste relatório a necessidade de novas avaliações e ensaios com estes produtos, de forma a garantir que são dadas aos reguladores as garantias de segurança necessárias. Para já, a grande mudança passará pela necessidade de incluir ensaios com humanos nas questões de toxicidade e reprodução levantadas pelo painel de especialistas, pelo facto de não se terem verificado resultados com os roedores satisfatórios o suficiente para assumir que o consumo de CBD seja seguro.

Se por um lado alguns dos requerentes reavaliam os seus projectos e os custos associados à redefinição dos ensaios, a EIHA – Associação Europeia de Cânhamo Industrial, antecipando uma situação semelhante e avançou para um estudo mais robusto que congregou mais de 100 empresas e com uma visão de proporcionar à industria dados sólidos e robustos sobre a utilização do CBD.

EFSA irá providenciar uma sessão de esclarecimento para os vários intervenientes e requerentes

A EFSA recebeu vários pedidos para o uso de canabidiol (CBD) como novo alimento. O grande volume de pedidos  e a declaração emitida relativamente aos riscos do CBD, fizeram a EFSA organizar, para dia 28 de Junho, das 15 às 17 horas (Fuso Horário da Europa Central), uma sessão informativa relativamente às necessidades de dados para prosseguir com os pedidos.

O evento decorrerá online e o registo é gratuito, devendo ser realizado até dia 17 de Junho numa página web disponibilizada para o efeito.

A sessão de informação visa promover a compreensão da declaração do Painel NDA sobre os usos do canabidiol (CBD) como um novo alimento, com foco nas lacunas de dados identificadas na literatura científica, fornecer orientação aos candidatos sobre como eles podem abordar as lacunas de dados identificadas, que dizem respeito principalmente aos efeitos potenciais do CBD no metabolismo de medicamentos, fígado, trato gastrointestinal, respostas hormonais, sistema nervoso e reprodução bem como responder às dúvidas dos candidatos e interessados.

Infosessio-CBD-programme

 

____________________________________________________________________________________________________

[Aviso: Por favor, tenha em atenção que este texto foi originalmente escrito em Português e é traduzido para inglês e outros idiomas através de um tradutor automático. Algumas palavras podem diferir do original e podem verificar-se gralhas ou erros noutras línguas.]

____________________________________________________________________________________________________

O que fazes com 3€ por mês? Torna-te um dos nossos Patronos! Se acreditas que o Jornalismo independente sobre canábis é necessário, subscreve um dos níveis da nossa conta no Patreon e terás acesso a brindes únicos e conteúdos exclusivos. Se formos muitos, com pouco fazemos a diferença!

Sou um dos directores do CannaReporter, que fundei em conjunto com a Laura Ramos. Sou natural da inigualável Ilha da Madeira, onde resido actualmente. Enquanto estive em Lisboa na FCUL a estudar Engenharia Física, envolvi-me no panorama nacional do cânhamo e canábis tendo participado em várias associações, algumas das quais, ainda integro. Acompanho a industria mundial e sobretudo os avanços legislativos relativos às diversas utilizações da canábis.

Posso ser contactado pelo email joao.costa@cannareporter.eu

Clique aqui para comentar
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade


Veja o Documentário "Pacientes"

Documentário Pacientes Laura Ramos Ajude-nos a crescer

Mais recentes

Comunicados de Imprensa23 minutos atrás

Cannatrol traz tecnologia inovadora de pós-colheita de canábis para a Europa em parceria com a Paralab Green

A disponibilidade do sistema patenteado Total Dry-Cure-Store expande-se a toda a UE NORTH SPRINGFIELD, Vt.–(BUSINESS WIRE)– A Cannatrol, criadora do único...

Comunicados de Imprensa12 horas atrás

Tilray recebe a primeira nova licença de cultivo de canábis na Alemanha, ao abrigo dos novos regulamentos

Foi concedida uma nova licença de cultivo de canábis às instalações Aphria RX da Tilray na Alemanha, permitindo um aumento...

Comunicados de Imprensa12 horas atrás

Sanity Group garante capital de crescimento adicional no valor total de 17 milhões de euros

O Sanity Group GmbH, uma das principais empresas de canábis da Alemanha, anunciou a conclusão de um investimento do Jupiter...

Internacional16 horas atrás

Rigoroso limite de 0,0001% de THC pode isolar Japão dos mercados internacionais de CBD

A 30 de Maio de 2024, um choque sísmico atingiu a indústria japonesa de CBD. Em resposta à revisão da...

Nacional19 horas atrás

Portugal: Médicos já podem prescrever 8 derivados de canábis – saiba quais

O Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. aprovou na semana passada duas novas ACMs (Autorização...

Internacional4 dias atrás

Tailândia: Activistas suspendem greve de fome para preparar novas formas de protesto: “Estamos confiantes de que a canábis não será reclassificada como narcótico”

O grupo de activistas tailandês que se auto-intitula “Writing Thailand’s Cannabis Future Network”, liderado por Kitty Chopaka, anunciou hoje o...

Internacional5 dias atrás

Alemanha: Médicos de 16 especialidades já podem prescrever canábis sem aprovação dos seguros

O Comité Federal Misto Alemão (Gemeinsamer Bundesausschuss, ou G-BA) anunciou esta semana as excepções aos requisitos de aprovação para a...

Nacional6 dias atrás

Infarmed aprova duas novas ACM’s de preparações à base de canábis

O Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. aprovou duas novas ACMs (Autorização de Colocação no...

Cânhamo6 dias atrás

Leonardo Sousa: “É literalmente a auto-suficiência de um país que está aqui atrás, a quase todos os níveis”

Aos 31 anos, Leonardo Rodrigues Sousa tem-se destacado como um dos mais jovens empreendedores no sector do cânhamo industrial em...

Entrevistas7 dias atrás

Adonis Georgiadis: “A única discussão é sobre o uso farmacêutico. Não há efeito dominó na Grécia”

Encontrámos Adonis Georgiadis, Ministro da Saúde da Grécia, em Londres, na Cannabis Europa, uma das mais antigas conferências sobre canábis...